Empresa

As ações do Soma, grupo que comprou a Hering, permaneceram em queda nesta terça-feira, 27 de abril. O recuo foi de 6,08%, cotadas por R$ 11,90. Somado à baixa de 10,14% na véspera, acumula uma desvalorização de 16,84% em dois dias.

Pelos cálculos de Davi Lelis, especialista e sócio da Valor Investimentos, isso representa uma perda de cerca de R$ 182 milhões no valor de mercado da companhia, que passou de R$ 1,989 bilhão, na média, antes do anúncio da compra da Hering, para R$ 1,814 bilhão.

soma
Percepção do investidor é que o Soma pagou caro pela Hering e ação despenca na B3 - Foto: Divulgação

Os investidores do Soma continuam reagindo negativamente à compra, diante da percepção de que o grupo pagou um prêmio elevado para ter a Hering. O que ocorreu nesta terça-feira, 27, foi ainda um desdobramento do que ocorreu na véspera, analisa Lelis.

“Quem tem que desembolsar é o Soma e a Hering vai receber. Daí que o mercado precificou que o valor a ser pago é alto e a aposta é alta”, comenta o especialista da Valor Investimentos.  “E a Hering terá de provar que o negócio foi bom, para mudar as expectativas do mercado.”

Ele destaca que o mercado é muito guiado por expectativas. “A partir do momento que resultados sinalizarem que a compra foi bom negócio, os investidores reagirão positivamente.” Cedo ou tarde, o grupo Soma vai inverter esse movimento de queda apresentado desde a fusão, acredita.

O executivo diz que o grupo Soma está buscando, na fusão com a Hering, mais capilaridade para chegar aos mercados até agora fora de seu alcance. “O momento é de consolidação dos mercados, dos setores, uma tendência normal após momento de crise”, analisa. “Nesses momentos de consolidação, as companhias partem para a exploração de setores que não exploravam com a compra de outras empresas.”

Uma trajetória que faz parte da história do grupo carioca Soma, dona de grifes como Animale e Farm, que surgiu em 2010 e abriu capital em julho de 2020. Levantou R$ 1, 8 bilhão na operação e, em outubro, deu início a um plano de aquisições com a compra da NV, de moda feminina, com canal de vendas digitais.

Com a aquisição da Hering, o grupo Soma amplia sua atuação, ao entrar em segmentos mais populares e de roupa íntima, além de reforçar o de roupas masculina e infantil.

Imagem do autor

Colaborador do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais