Empresa

A rede carioca de hospitais Rede D'Or viveu um pregão de queda nesta terça-feira, 31, após um leilão, na parte da manhã, de um bloco de 30 milhões de suas ações na Bolsa de Valores brasileira, a B3. No fechamento, as ações da companhia tiveram queda de 6,11%, negociadas a R$ 68,82.

rede d'or
Fachada de uma unidade da rede carioca de hospitais

As informações sobre o block trade, nome dado à operação da venda desse grande bloco de ações, são do Brazil Journal. De acordo com o portal de notícias, os acionistas vendedores são GIC, que detém 23% dos papéis da companhia, e Carlyle, com 8,9% de participação. A operação, no entanto, é uma saída apenas parcial.

A venda desses papéis acontece dias depois da expiração de um lockup - mecanismo adotado pelas empresas que funciona como um período de carência - que impedia os acionistas de se desfazerem de suas posições. O bloco de ações, que foi leiloado entre as 10h e as 11h10, movimentou cerca de R$ 2 bilhões, com os ativos negociados na casa dos R$ 70.

Ainda segundo a publicação, a data escolhida para o block trade coincide com outro importante evento desta terça-feira. Hoje, os papéis da Rede D'Or vão ganhar mais espeço na MSCI , empresa americana do mercado financeiro, com o rebalanceamento do índice. A operação deve atrair um fluxo de compra estimado em 11 milhões de ações. Dessa forma, "os bancos estão aproveitando as ordens de compra passivas no papel para executar o bloco", explica o portal.

Embora o último pregão do mês seja de queda, até o momento, o desempenho da rede de hospitais na Bolsa no ano é positivo. No acumulado de 2021, as ações da companhia valorizaram 2,83%. Em agosto, no entanto, a alta é menos expressiva, com uma variação positiva de 1,36% em relação ao mês anterior.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais