Empresa

A Rede D’Or obteve lucro líquido de R$ 477,7 milhões no segundo trimestre, revertendo prejuízo de R$ 306,6 milhões registrado no mesmo período de 2020. Com a notícia, as ações da companhia trafegaram em alta de mais de 1% na parte da manhã. Porém, no início da tarde mudou o sinal e operava em forte recuo de 3,21%, às 12h51.

Foto: Reprodução
Papéis da companhia caem na Bolsa após divulgação de reversão de prejuízo no segundo trimestre - Foto: Reprodução

Sobre o trimestre imediatamente anterior, a alta foi de 18,7%. Os dados foram apresentados em balanço divulgado aos acionistas na noite do dia anterior.

A receita líquida da empresa somou R$ 5,21 bilhões no período, elevação de 89,5% ante os R$ 2,75 bilhões contabilizados na mesma base de comparação do ano anterior.

Já a receita bruta foi de R$ 5,87 milhões no segundo trimestre, avanço de 88,9% ante o segundo trimestre de 2020 e de 10,7% sobre os três primeiros meses de 2021.

O Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) do período totalizou R$ 1,24 bilhão, revertendo o resultado negativo de R$ 138,3 milhões de um ano antes.

O Ebtida ajustado no período alcançou R$ 1,565 milhões, alta de 607,1% ante o segundo trimestre de 2020 e 17,7% em relação aos três primeiros meses de 2021.

Pandemia

De acordo com o documento, a Rede D´Or registrou um aumento de 83% na taxa de ocupação média de seus hospitais no período. “Mesmo com o estágio de constante atenção em virtude da pandemia, a companhia mostrou capacidade para receber um número crescente de procedimentos e atendimentos em suas unidades”, destacou.

Aquisições

Durante o trimestre, a Rede D’Or fez quatro aquisições: hospitais América (SP), Balbino (RJ), Serra Mayor (SP) e Biocor (MG). Segundo o documento, desde 2020 a empresa anunciou participações em 12 hospitais e registrou um aumento de 597 leitos no período, totalizando 9.611 leitos.

Além das aquisições, a empresa anunciou a expansão de seu relacionamento com a Amil, por meio do credenciamento de 21 ativos da companhia. “Dentre eles estão hospitais que nunca tiveram credenciamento da Amil, como Glória D’Or e Niterói D’Or, bem como os três hospitais da linha Star”, complementa.

O que pensa o mercado

Para os analistas da Ativa Investimento, a Rede D’Or apresentou resultados acima das expectativas.

“O bom desempenho se deu pela retomada nos procedimentos cirúrgicos eletivos, recuperação da taxa de ocupação de leitos e pelo crescimento orgânico e inorgânico dos leitos, que permitiram que a empresa apresentasse faturamento recorde no período”, aponta a Ativa em relatório.

Sobre aspectos negativos, a casa destaca uma piora marginal da margem Ebtida, “mas que não nos preocupa tanto no momento”.

Imagem do autor

Repórter do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais