Logo Mais Retorno
Economia

Rejeição ao governo Bolsonaro sobe para 56%, segundo pesquisa Genial/Quaest

Sobre a reeleição do chefe do Executivo, 69% dos entrevistados não aprovam um novo mandato

Data de publicação:10/11/2021 às 09:12 -
Atualizado 6 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O governo de Jair Bolsonaro está perdendo popularidade no País, segundo dados da pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira, 10. Em um mês, a reprovação ao presidente subiu de 53% para 56%, enquanto a aprovação oscilou de 20% para 19%.

manifestações
Governo Bolsonaro perde popularidade entre os brasileiros. Quase 70% deles não aprovam um novo mandato do presidente - Foto: Alan Santos/PR

Sobre a reeleição do chefe do Executivo, 69% dos entrevistados se mostraram não favoráveis a um novo mandato. A perda de apoio também acontece entre seus eleitores. Até agosto, 52% deles avaliavam seu governo como positivo, contra 15% que consideravam sua gestão negativa. De acordo com o levantamento, os índices subiram para 39% e 28%, respectivamente.

A pesquisa apontou que o motivo para a piora do cenário é a deterioração da economia. Para 73% dos entrevistados, a economia piorou. Já 66% consideram que a desigualdade de renda aumentou e 48% afirmam que o cenário macroeconômico é o maior problema do País.

A pesquisa foi feita presencialmente entre os dias 3 e 6 de novembro, contabilizando a realização de 2.063 entrevistas em 123 municípios.

Disputa em 2022

A pesquisa Genial/Quaest fez ainda uma radiografia prévia do cenário das eleições de 2022. Em uma simulação que contou com o governador João Dória como candidato do PSDB à presidência, ou com o governador Eduardo Leite na mesma posição, o ex-presidente Lula obteria mais de 50% dos votos válidos logo no primeiro turno.

Com Dória na disputa, de acordo com a análise, Lula teria 48% dos votos, Bolsonaro ficaria com 21%, o ex-ministro Sergio Moro com 8%, Ciro Gomes com 6% e Dória com 6%. O número de brancos e nulos é de 10% e o de indecisos, 4%

Já com Leite entre os candidatos à chefia do Executivo, Lula teria 47% dos votos, Bolsonaro obteria 21%, Sergio Moro teria 8%, Ciro Gomes 7% e Leite, 1%. De acordo com a pesquisa, o número de votos brancos e nulos e de eleitores indecisos ficaria no mesmo patamar da radiografia anterior.

Terceira via e segundo turno

A pesquisa da Genial destacou ainda que a candidatura do ex-ministro Sergio Moro à presidência reduz o potencial de voto de Bolsonaro.

Se houvesse o segundo turno, segundo os dados da Genial/Quaest, as simulações mostram que o ex-presidente Lula alcançaria 57% dos votos contra 27% de Bolsonaro.

Contra Moro, Lula mantém 57, e o ex-juiz fica com 22%. E na disputa com Ciro, são 53% para Lula e 20% para o candidato do PDT.

Metodologia

A Pesquisa Genial/Quaest, que acompanha a opinião pública, teve início em julho deste ano e se estenderá até novembro de 2022. No total, serão 24 rodadas de pesquisa nacional, cada uma delas implicando em cerca de duas mil coletas domiciliares face a face, realizadas nas 27 unidades da federação, abrangendo 123 municípios.

O nível de confiança da pesquisa Genial/Quaest é de 95%, com margem de erro máxima de 3%, para cima ou para baixo, em relação ao total da amostra.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!