Empresa

Minerva Foods tem lucro líquido de R$ 259,5 mi no 1º trimestre

A Minerva Foods registrou lucro líquido de R$ 259,5 milhões no primeiro trimestre de 2021. O valor representa queda de 4,3% ante o lucro de R$…

Data de publicação:05/05/2021 às 12:39 - Atualizado 7 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A Minerva Foods registrou lucro líquido de R$ 259,5 milhões no primeiro trimestre de 2021. O valor representa queda de 4,3% ante o lucro de R$ 271,2 milhões reportado em igual período de 2020. Os dados foram divulgados aos acionistas na véspera, após o fechamento do mercado financeiro.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) alcançou R$ 484,9 milhões, alta de 27,1% sobre os R$ 381,5 milhões verificados no mesmo intervalo do ano anterior. A margem Ebitda foi de 8,4%, ante 9,2% no primeiro trimestre de 2020.

Foto: Minerva
Produto comercializado pela Minerva Foods - Foto: Minerva/Reprodução

A receita líquida obtida entre janeiro e março somou R$ 5,803 bilhões, alta de 39,3% sobre os R$ 4,167 bilhões obtidos nos três meses do ano anterior, segundo a empresa. As exportações continuam correspondendo a mais da metade da receita obtida pela Minerva, cerca de 68% do acumulado, ou R$ 4,153 milhões, enquanto o mercado interno foi responsável por 32% do total, ou R$ 1,956 milhões.

O índice de alavancagem (relação entre dívida líquida e Ebitda) ficou em 2,4 vezes, estável em relação ao quarto trimestre do ano passado, mas inferior a um ano antes, quando o índice era de 2,9 vezes.

Ainda segundo a empresa, o fluxo de caixa livre gerado no trimestre totalizou R$ 79,9 milhões, após despesas financeiras, capex e capital de giro. Retirando o efeito caixa do hedge cambial, a geração de caixa foi de R$ 309,2 milhões.

Redução na oferta de gado

A menor oferta de gado e consequente aumento nos preços da arroba do boi no Brasil apertaram as margens da companhia, que tem como foco a comercialização de carne bovina in natura e derivados, além da exportação de gado vivo.

Contudo, a receita no País foi mais do que compensada pelo faturamento da subsidiária Athena Foods, que ampliou a sua participação nos resultados de cerca de 44% para 50% da receita bruta.

No primeiro trimestre de 2020, os abates da Minerva caíram 12,2% no Brasil, para 309,8 mil cabeças. Nos países da América do Sul que fazem parte da subsidiária Athena Foods, entretanto, o volume abatido subiu 39,3% no período, somando 552,2 mil cabeças.

O aumento registrado na Athena mais do que compensou a retração da Divisão Brasil, com os abates totais da empresa tendo aumentado 15,1% na mesma base comparativa, e chegando a 862 mil cabeças.

A Minerva também informou que o volume de vendas aumentou 14,1% no primeiro trimestre deste ano, passando de 254,5 mil toneladas para 290,4 mil toneladas.

Do total, 115,9 mil toneladas foram vendidas no Brasil, 9,5% a menos do que em igual intervalo de 2020. Já a Athena foi responsável pela venda de 174,5 mil toneladas, alta de 38% na mesma base comparativa. / com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!
Yuri Milner

Yuri Milner

Quem é Yuri Milner? Yuri Milner é o nome de um renomado físico russo, fundador da Digital Sky Technologies (DST). Nascido em 1961 na cidade de Moscou,...

  CONTINUAR LENDO