Logo Mais Retorno

Siga nossas redes

  • Instagram Mais Retorno
  • Youtube Mais Retorno
  • Twitter Mais Retorno
  • Facebook Mais Retorno
  • Tiktok Mais Retorno
  • Linkedin Mais Retorno
eleições
Economia

‘Com qualquer um que ganhar, será difícil para o País’, diz Marcos Lisboa sobre eleições

Lisboa diz que não há nenhuma conversa para fazer parte de um possível novo governo Lula

Data de publicação:11/10/2022 às 12:46 -
Atualizado 2 anos atrás
Compartilhe:

Após o anúncio de que o economista Marcos Lisboa deixaria o comando do Insper, feito na noite de sexta-feira, as redes sociais petistas passaram a fervilhar com hipóteses de que o movimento estaria ligado às eleições e à participação em um eventual novo governo Lula.

Ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda entre 2003 e 2005, ele foi responsável por uma série de reformas microeconômicas durante o primeiro governo petista. Por algumas das mensagens, ele até já estaria conversando com os quadros da campanha do PT. Lisboa, porém, nega. "Não existe qualquer conversa para fazer parte de um novo governo Lula, e nem acredito que haverá", afirma.

eleições
Marcos Lisboa diz que saída do Insper não está ligada a campanha das eleições | Foto: José Cruz/Agência Brasil

Lisboa, porém, diz estar preocupado com o Brasil. "Com qualquer um que ganhar (as eleições presidenciais), será difícil a médio prazo para o País", afirma ele. "Brasília virou um lugar de concessão descontrolada de benefícios, o Congresso ganhou poder e, com um presidente fraco, tudo aquilo vai cobrar o preço dos últimos anos."

Apesar de dizer que os auxílios e algumas medidas podem resultar em soluços de crescimento, a falta de políticas de Estado amarradas não sustenta o movimento de alta do PIB no longo prazo. "É uma situação que veio para ficar", afirma. "Os países só crescem por aumento de produtividade, e tudo o que vem sendo feito se dá na direção oposta."

Lisboa diz isso porque, de acordo com ele, tem havido aumento de protecionismo e benefícios concedidos a setores escolhidos em função de interesses políticos imediatistas. "O taxista está gostando de ganhar uma mesada (por conta do auxílio do governo) e o setor de etanol está feliz, mas o País fica mais e mais travado", afirma. "Brasil, Argentina e México são casos patológicos nessa direção."

Em relação ao Insper, ele diz: "Agora é hora de passar a bola". Há dez anos na instituição, ele afirma que será a consolidação das transformações que implementou. Como a ideia é fazer uma sucessão transparente e sem percalços, sua saída foi anunciada num processo que está sendo conduzido pelo conselho da escola - e não tem prazo para terminar"./Agência Estado.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados