Logo Mais Retorno
inflação
Economia

IPCA de agosto registra deflação menor que o de julho: de 0,36% ante 0,68%

Queda da inflação ainda está ligada à redução do ICMS em alguns serviços, como energia e telefonia além dos combustíveis

Data de publicação:09/09/2022 às 11:43 -
Atualizado 3 meses atrás
Compartilhe:

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou deflação de 0,36% em agosto, ante um recuo de 0,68% em julho, informou nesta sexta-feira, 9, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A deflação foi menor que a mediana das estimativas dos analistas do mercado financeiro ouvidos pelo Projeções Broadcast, negativa em 0,40%. O intervalo das previsões ia de queda de 0,55% a alta de 0,52%.

ipca de agosto
Foto: Reprodução

A taxa acumulada pela inflação no ano ficou em 4,39%, conforme o IBGE. O resultado acumulado em 12 meses foi de 8,73%, acima da mediana de 8,69% das projeções do mercado financeiro e dentro do intervalo (8,52% a 9,69%).

IPCA de agosto tem efeitos da redução do ICMS

Para o economista e fundador d 'Eu me banco', Fabio Louzada, essa deflação ainda é decorrente da decisão do governo em relação à redução do ICMS sobre combustíveis e energia. "Trata-se de um alívio temporário que se dá por conta dessas medidas que proíbem estados de cobrarem taxa superior à alíquota geral de ICMS, que varia de 17% a 18% dependendo do local. A expectativa é que o IPCA encerre o ano a 6,61%, acima portanto da meta de 3,5% como do teto de 5%".

O analista ressalta que o setor que mais se destacou em agosto na deflação foi o de Transportes (-3,37%), influenciado pela queda no preço dos combustíveis devido à desoneração do ICMS e cortes realizados pela Petrobras.

A retração também foi sentida no setor de Comunicação, o que ocorre devido à redução dos preços dos planos de telefonia também com a redução do ICMS.

O preço do leite longa vida (-1,78%), que subiu muito nos últimos meses, desacelerou, aponta ele. Com o fim da entressafra, os preços podem melhorar ainda mais. Por mais que os preços tenham caído, ainda seguem altos.

O mesmo aconteceu com o preço das passagens aéreas (-10,82%), que havia subido muito nos últimos meses, principalmente, em julho, mês de férias escolares. A queda do querosene da aviação também influenciou.

INPC cai 0,31% em agosto

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) teve redução de 0,31% em agosto, após uma redução de 0,60% em julho, segundo dados divulgados nesta sexta-feira, 9, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Como resultado, o índice acumulou uma elevação de 4,65% no ano. A taxa em 12 meses foi de 8,83%. Em agosto de 2021, o INPC tinha sido de 0,88%.

O INPC mede a variação dos preços para as famílias com renda de um a cinco salários mínimos e chefiadas por assalariados. /Com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter

,