Logo Mais Retorno
Economia

Índice de preços de gastos com consumo tem alta anual de 6,6% em março nos EUA

Índice é o preferido pelo Fed para saber comportamento da inflação e ajustar os juros

Data de publicação:29/04/2022 às 12:47 -
Atualizado 23 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O índice de preços de gastos com consumo (PCE, na sigla em inglês), medida de inflação preferida do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), avançou 0,9% em março ante fevereiro e 6,6% no confronto anual, segundo dados com ajustes sazonais publicados nesta sexta-feira pelo Departamento do Comércio dos Estados Unidos.

índice de preços
Foto: Reprodução

No mês passado, o núcleo do PCE, que exclui itens voláteis como alimentos e energia, teve avanço mensal de 0,3%, em linha com a previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal.

Na comparação anual, o avanço foi de 5,2%, ligeiramente abaixo do consenso do mercado, que era de 5,3%.

A pesquisa também mostrou que a renda pessoal nos EUA subiu 0,5% em março ante fevereiro, frente à previsão de alta de 0,4%.

Já os gastos com consumo, medida por esse índice de preços, avançaram 1,1%, superando a projeção de crescimento de 0,7%. Os dados mensais de fevereiro foram revisados, para alta de 0,7% da renda pessoal e avanço de 0,6% dos gastos com consumo.

Expectativa do consumidor

O índice de sentimento do consumidor nos Estados Unidos subiu de 59,4 em março para 65,2 em abril, segundo a leitura final divulgada nesta sexta-feira, 29, pela Universidade de Michigan. Analistas consultados pelo The Wall Street Journal previam alta do indicador a 62,7 - mesmo resultado mostrado na prévia.

A pesquisa também mostrou que a expectativa para a inflação em 12 meses nos EUA ficou inalterada em 5,4%.

Para o horizonte de cinco anos, a expectativa para inflação ficou igualmente estável, em 3%

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!