Logo Mais Retorno
produção agrícola
Fundos de Investimentos

Gestora do Banco do Brasil lança ETF de contratos futuros de milho, o CORN11

Ativo reflete as oscilações do índice Futuro de Milho, que acompanha preço dos contratos futuros

Data de publicação:11/10/2022 às 08:38 -
Atualizado 4 meses atrás
Compartilhe:

Gestora do Banco do Brasil, a BB Asset Management iniciou nesta semana a oferta para reserva de investimentos de seu novo fundo de índice (ETF, na sigla em inglês), o BB ETF IFMILHO B3. Negociado com o código CORN11, o produto reflete as oscilações do índice futuro de milho, o IFMILHO B3. O período de reserva vai até o próximo dia 20 e as negociações em Bolsa começam no dia 25.

O fundo tem como objetivo refletir as oscilações do índice Futuro de Milho, que acompanha o desempenho do preço dos contratos futuros dessa commodity. Segundo o BB, o ETF terá taxa de administração de 0,45% ao ano e valor da cota a R$ 10, com lote mínimo de 10 cotas, disponível para o investidor geral.

ETF
ETF começará a ser negociado na Bolsa no próximo dia 20 | Foto: Reprodução

O índice IFMILHO foi lançado recentemente pela B3. Segundo Mario Perrone, diretor comercial e de produtos da BB Asset, o CORN11 traz “uma grande inovação” para o mercado de ETFs brasileiro, pois permite que “os investidores possam diversificar seus investimentos à exposição de uma das mais relevantes commodities agrícolas mundiais, que historicamente apresenta correlação negativa com índices de mercado como Ibovespa e o CDI”, afirma.

Em nota, a BB Asset destaca que o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio “alcançou recordes sucessivos nos últimos anos” e que, segundo levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), “a estimativa para a produção de grãos da safra 2021/2022 é de aproximadamente 270 milhões de toneladas”. “Ainda, é esperado um aumento da demanda por milho de aproximadamente 6% no mercado nacional”, reforça a nota.

O que é um ETF?

ETF é a sigla para a expressão em inglês Exchange Traded Funds, que, em tradução literal para o português, seria algo como “Fundos Negociados em Bolsa”. Basicamente, os ETFs funcionam como um grupo diversificado de ativos que são negociados como ações em uma bolsa de valores. Tendo como referência um índice da bolsa, os ETF atingem rendimentos iguais ou superiores aos dos índices de referência.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter