Renda Variável

O Bradesco divulgou seus resultados referentes ao quarto trimestre, com lucro líquido de quase R$ 7 bilhões. O montante representa o maior resultado trimestral da história da instituição. 

Apesar do resultado histórico, o Bradesco teve uma queda no seu lucro acumulado do ano passado. O banco teve queda de R$ 19,4 bilhões em lucro, equivalente a 24,8% em comparação ao ano de 2019.

A queda brusca no lucro do Bradesco se deve principalmente à pandemia do Covid-19. Mesmo com situação financeira sólida, o banco sofreu os impactos da instabilidade econômica mundial, aumento do desemprego no Brasil, entre outros fatores. 

78 anos de história

Criado em 1943, por Amador Aguiar, o Bradesco tinha sede no interior de São Paulo, em Marília, sob o nome de Banco Brasileiro de Descontos. Foi o banco pioneiro no estímulo do uso de cheques por seus correntistas. Ao longo das décadas, ele se se tornou um dos líderes do setor bancário e financeiro, concentrando suas operações em empréstimos, capitalização, financiamentos, operações de crédito, seguros, consórcios, planos de previdência complementar e gestão de ativos. 

O Bradesco é um banco múltiplo, sendo uma sociedade anônima de capital aberto, com ações negociadas na bolsa de valores. É considerado uma das maiores instituições financeiras do país e está presente em todos os municípios brasileiros. 

De 40 a 60

A estratégia inicial do Bradesco era atrair funcionários públicos, pequenos comerciantes e pessoas menos favorecidas. Essa estratégia era considerada muito diferente e contrária dos demais bancos naquela época, que voltavam suas atenções aos grandes proprietários de terra. Em 1946, a sede do banco foi transferida para a capital paulista. Oito anos depois da sua fundação, o Bradesco se tornou o maior banco privado brasileiro. 

Em 1956, a Fundação Bradesco foi criada para levar educação a crianças, jovens e adultos, de forma gratuita. 

Os anos 60 foram marcados pela chegada da informática ao Bradesco. Ele foi pioneiro em ter acesso a extratos diários dos clientes e implantar o cartão de crédito.

De 70 a 90

A década de 70 foi marcada pelo milagre econômico do Brasil, favorecendo a expansão do Bradesco. Ao todo, foram incorporados 17 bancos. Em meados dos anos 80, foi criado o Bradesco Seguros, voltado para os setores de capitalização e previdência privada aberta. Também nesses anos, as agências de autoatendimento foram implantadas. 

A chegada dos anos 90 foi marcada pelo avanço tecnológico. Nesse período, todas as agências do Bradesco começaram a trabalhar de forma online. Além disso, as máquinas automáticas de emissão de cheques, saques etc. foram instaladas. O Sistema de Internet Banking também foi criado nesse período. 

Anos 2000

Nos anos 2000, o Bradesco continuou sua expansão em todo território brasileiro. Além disso, a empresa se tornou líder no atendimento Private para clientes com patrimônios grandes e Corporate para grandes empresas.      

Em 2016, o Bradesco adquiriu o HSBC Bank Brasil S.A, perfazendo 20 incorporações. 

Composição Acionária

Atualmente, os principais acionistas do Bradesco são: Cidade de Deus Cia Cial Participações (45,56%), Fundação Bradesco (17,04%), NCF Participações S.A. (8,42%), e outros. 

O Bradesco divide seus negócios em duas categorias: 

  1. Atividades financeiras e bancárias
  2. Seguros, Títulos de capitalização e planos de previdência complementar 

O Bradesco inclui diversas entidades na sua organização. Confira os números do Bradesco:

  • 4.247 postos de atendimentos
  • 4.507 agências
  • 65.581 postos de atendimento
  • 14 subsidiárias no exterior

Resultados do quarto trimestre de 2020

No início de fevereiro, o Bradesco anunciou seus resultados referentes ao quarto trimestre de 2020. A instituição obteve o maior resultado da história do banco num trimestre, com lucro líquido de R$6,8 bilhões.

Mesmo com esse recorde, o Bradesco terminou 2020 com lucro acumulado de quase R$ 19,5 bilhões, com redução de 24,8% em relação a 2019. Em nota à imprensa, o presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, destaca a satisfação com o resultado do quarto trimestre. Além disso, Octavio reconhece que o ano de 2020 foi muito desafiador e difícil e os números refletem a dedicação, esforço, superação e humildade de todas as equipes da instituição. 

As medidas adotadas ajudaram a empresa gerenciar a crise causada pelo Covid-19, como: linhas de capital de giro para garantir caixa imediato para grandes empresas, fundo emergencial para pagamento de folha para pequenas empresas, repactuação de até 60 dias com a mesma taxa de juros para contratos de empréstimos para pessoas físicas, entre outros.

O patrimônio líquido do Bradesco foi R$ 143,7 bilhões no quarto trimestre,      representando um aumento de 4,5% em relação ao mesmo período de 2019. A carteira de pessoa física avançou quase 7% no período, em relação ao ano anterior, fechando em 260 bilhões. 

Já a carteira de crédito da Instituição fechou em R$ 664,4 bilhões no último trimestre de 2020, representando um aumento de 10,3% em relação aos meses anteriores. Esse aumento foi impulsionado pelo segmento pessoa física, período mais crítico da pandemia causada pelo Covid-19. 

Em dezembro de 2020, o Bradesco fechou um total de R$ 1,6 trilhão em ativos, representando um aumento de 16,7% no ano. 

Expectativas para 2021

Segundo Lazari, o desempenho do Bradesco em 2020 demonstrou a capacidade que a instituição tem de enfrentar cenários complicados. Com uma robusta estrutura tecnológica, o Bradesco foi capaz de atender digitalmente, mobilizando sua rede de distribuição de serviços e produtos. 

O executivo demonstrou muita confiança para 2021 e afirma que este ano será de reconstrução. Diante da vacinação em andamento no mundo, o cenário é positivo para médio prazo. Lazari acredita que a economia brasileira vai se recuperar em 2021.

Como investir nas ações do Bradesco?

Se você se animou com esses números do Bradesco, é importante conhecer mais sobre as ações da instituição. Em 1977, o Bradesco entrou na bolsa de valores brasileira. Com quase 18% de participação de mercado em número de agências e ocupa a segunda colocação de maior instituição financeira do Brasil. 

Tipos de ações do Bradesco

As ações do Bradesco são negociadas na B3 – Bolsa de Valores oficial do Brasil e tem dois tipos de papéis negociados: ações ordinárias (BBDC3) e ações preferenciais (BBDC4).

As ações ordinárias do Bradesco, sob o código BBDC3, garantem direito ao voto em reuniões e assembleias. Para ter o poder de decidir sobre a empresa, o volume das ações precisa ser elevado. Dessa forma, ele se transforma num investidor institucional. São aproximadamente 3,5 bilhões de ações ordinárias, sendo que 860 milhões estão em circulação. 

As ações preferenciais, sob o código BBDC4, garantem a prioridade      aos acionistas em receber proventos como dividendos, juros sobre capital próprio, entre outros. Como a empresa tem um histórico recorrente de pagar dividendos, é um ponto positivo para quem deseja adquirir esse tipo de ação. Atualmente, o Bradesco tem 3,4 bilhões de ações preferenciais, sendo que 3,2 bilhões estão em circulação. 

Além da B3, as ações do Bradesco também são negociadas nas seguintes bolsas de valores:

Latibex Madric – Sob o código XBBDC, são negociados recibos equivalentes às ações preferenciais brasileiras BBDC4.

Bolsa de Nova Iorque – São negociadas, por meio dos ADRs (American Depositary Receipts), tanto as ações ordinárias, sob o código BBDO, quanto as ações preferenciais, com código BBD. Os ADRs são certificados de ações emitidos por bancos americanos, que permitem que ações de empresas estrangeiras possam ser negociadas nos Estados Unidos, em dólares americanos. 

Abra uma conta numa corretora

Se você ficou interessado em investir nas ações BBDC3 e BBDC4, é preciso entender qual é o seu perfil de investidor. Depois, você terá que abrir uma conta online numa corretora ou banco de investimentos, que seja autorizada pela B3 para executar operações de compra e venda em nome do investidor. 

Com a conta aberta, você transfere o dinheiro da sua conta bancária para a conta de investimento e monta sua carteira. É importante lembrar que há diversas taxas e tarifas que envolvem as operações de investimento. São elas:

Taxa da bolsa de valores – São emolumentos que incluem registro, negociação e liquidação. O valor cobrado é de 0,031526% sobre o total da operação. 

Tarifas da corretora - São duas taxas cobradas. Taxa de custódia que é cobrada mensalmente para manter as ações do investidor sob custódia. Taxa de corretagem que é cobrada para realizar cada ordem de venda ou compra, proporcionalmente ao volume de ações. Atualmente, muitas corretoras não cobram mais a taxa de custódia. 

Impostos obrigatórios – São dois também. Os 5% da corretagem são referentes ao ISS. Já no imposto de renda, é cobrada uma alíquota de 20% sob o lucro, em operações de day trade.

Portanto, antes de investir, é fundamental considerar quais serão seus objetivos e suas necessidades. 

Como ganhar com as ações do Bradesco?

Há várias formas de ganhar com as ações do Bradesco. As principais são: trade, dividendos e JCP

O trade com as ações BBDC3 e BBDC4 devem ser feitos acompanhando o mercado mobiliário. Muitos investidores compram um grande volume de ações para vender depois, com uma valorização de preço, em geral, na casa dos centavos. Há 3 tipos de trade:

Day trade – Operações que começam e terminam no mesmo dia. 

Swing trade – Operações que duram alguns dias ou semanas. 

Position trade – Operações que duram semanas a poucos meses. 

Os dividendos são o pagamento de parte dos lucros do Bradesco, referente a um determinado período. Embora seja considerada uma modalidade arriscada pela imprevisibilidade da bolsa de valores, os dividendos estão previstos em lei. A empresa que obtém lucro em um período específico é obrigada a distribuir 25% do valor a seus acionistas, tanto em forma de dividendos, quanto em juros sobre capital próprio.

Pagamento de JCP

No caso do Bradesco, a empresa paga mensalmente aos seus acionistas os juros sobre capital próprio - JCP. Os JCP também é uma forma de proventos que a empresa remunera seus acionistas, dentro daquela margem obrigatória de 25% dos lucros. 

A diferença é que esse pagamento tem incidência de imposto de renda com alíquota de 15% sobre o valor depositado para os acionistas. Além disso, a empresa pode tratar os JCP como despesas no resultado e descontar os valores do imposto de renda. 

O Bradesco já divulgou seu cronograma de pagamento de JCPs para o exercício de 2021:

Os valores líquidos, já descontados o imposto de renda de 15%, a serem pagos para os acionistas serão de:

Por ação ordinária – R$ 0,014662352

Por ação preferencial – R$ 0,016128588

Os acionistas pessoas jurídicas não sofrem com essa tributação e vão receber os respectivos valores: R$ 0,017249828 para cada ação ordinária e R$ 0,018974809 para cada preferencial. 

Vale a pena investir no Bradesco?

Diante de todo esse cenário, você deve estar se perguntando se vale a pena investir nas ações do Bradesco. Muitos investidores têm interesse no setor bancário, pois é uma categoria lucrativa, em razão das suas características de perenidade. 

Muitos especialistas acreditam que é recomendável adquirir ações preferenciais – BBDC4. O preço do ativo está estimado em R$ 25,00. De acordo com os resultados apresentados no quarto trimestre de 2020, a tendência é de que o Bradesco se valorize no mercado ao longo dos próximos 12 meses. 

A Instituição tem investido pesado em inovação. Com dois anos de existência, o Banco Next, primeiro banco 100% digital do Bradesco, é voltado para público jovem e cresce vertiginosamente. Desde sua criação em 2017, o Next já conta com mais de 3,5 milhões de clientes. As transações de pagamentos e investimentos cresceram mais de 70%, em 2020.

Diante disso, para os investidores moderados e arrojados, vale a pena investir nas ações do Bradesco, a médio e a longo prazo. 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais