Logo Mais Retorno
Economia

Crescimento da China abaixo do esperado, rumores sobre Guedes e revisão sobre inflação pesaram no mercado hoje

Economia crescendo menos no mundo, inflação mais alta e rumores sobre saída do ministro pesam no mercado hoje

Data de publicação:18/10/2021 às 15:29 -
Atualizado 7 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Conforme dados divulgados este início de semana, o crescimento da economia chinesa, de 0,2%, ficou abaixo das expectativas que rodavam em torno de 0,4%. Além disso, estão indicando uma desaceleração em relação ao resultado positivo de 1,13% registrado no segundo trimestre deste ano, explica o economista-chefe da Ativa Investimentos, Étore Sachez.' Além de dados sobre a China, pesam no mercado alta das projeções da inflação e rumores sobre o ministro Guedes.

Ele relata que os números afundaram especialmente pelo desempenho da indústria. “Com diversos gargalos de produção, o desempenho do parque fabril do globo foi pior do que se esperava. Em termos interanuais houve uma desaceleração de 5,3% para 3,1%, ante expectativa de 3,8%.

Foto: Envato
Yuan, moeda chinesa - Foto: Envato

Do lado positivo da balança, ficaram as vendas no varejo, que subiram 4,4%, acima das previsões de 3,5%. “Sabe-se que as surpresas no varejo tendem a serem pouco sustentáveis pelo nível de endividamento e potencial enxugamento dos recursos em breve”, diz Sachez. Ainda assim, a China segue com meta de crescimento mínimo, apesar da ampliação da regulação e receios de liquidez, destaca o economista.

Projeções para  a economia são revisadas

Por aqui, as projeções de inflação subiram pela 28ª vez consecutiva no boletim Focus do Banco Central: para 2021, elas passaram de 8,59% da semana anterior para 8,69%; para 2022 saíram de 4,17% para 4,18%. As estimativas são ainda mais altas para 2021 na Ativa, de 8,9% para 2021, mas em contrapartida mais baixas para o ano que vem, de 3,9%.  

Para a inflação mensal, “a perspectiva para o IPCA de outubro se elevou para 0,61%, abaixo da nossa expectativa ajustada para o mês, de 0,84%”. Para novembro, as projeções se elevaram marginalmente para 0,41%, diante de 0,40% da semana anterior. Níveis abaixo dos esperados pela Ativa, de 0,49%. E para dezembro de 2021, o mercado prevê elevação de 0,60% no mês, acima da expectativa de 0,55% do economista.

Em relação aos juros, a projeção do mercado para a Selic continua em 8,25%, mesmo nível esperado pelo economista da Ativa. Já em relação a 2022, enquanto o mercado conta com uma Selic de 8,75%, Sachez acredita que há espaço para novos avanços da taxa para até 9,25%, de modo a conter a alta dos preços no próximo ano.

O mercado prevê um crescimento menor da economia, de 5,01%, para este ano, mas para a Ativa esse avanço será mais modesto, de 4,5%. E para o ano que vem esse mesmo indicador deve subir 1,5%.

Rumores sobre Guedes

Em seu relatório, o economista pontua que rumores de que Guedes sairia do governo circularam neste fim de semana. “Como foram originados esses rumores pouca gente sabe, mas os motivos parecem amplamente difundidos: Guedes tem dificuldades de relações e consequente execução. É fato também que o ministro é quem está com a chave do cofre no bolso”.

Ou seja, a desgastada relação de Paulo Guedes com colegas do executivo e membros do legislativo vai se conduzindo a um limite, visto que Guedes não libera verbas e tampouco se interessa em se relacionar.

Ao mesmo tempo, Sachez pondera que ainda que “a execução do ministro deixe a desejar, demovê-lo do cargo nesse momento, sem um imediato substituto (melhor), tende a piorar, e muito, os preços dos ativos”.

Sem tempo hábil para tramitação de bons projetos no congresso, o governo vem considerando como encerrados os temas um ano antes das eleições. “De todo modo, com a saída do Guedes, descalabros expansionistas e populistas poderão ter tempo de sobra para caminhar amplamente entre congressistas que buscam uma faixa para cortar”.

Trata-se apenas de rumores, que podem se repetir, uma vez que não são novos. Hoje a situação, sem um substituto que fará algo similar ao que Guedes está fazendo, dado os entraves governamentais, é menos pior com Guedes.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!