Empresa

A CPFL Energia teve lucro líquido de R$ 961 milhões no primeiro trimestre, aumento de 6,3% em relação ao mesmo período de 2020. O resultado foi obtido, sobretudo, pelo bom desempenho da companhia na geração de energia eólica e pela recuperação da venda de energia na área de concessão.

O Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) alcançou R$ 1,97 bilhão, 15,9% superior ao do primeiro trimestre de 2020. O crescimento foi puxado principalmente pela melhor incidência de ventos no Nordeste, que levou à expansão de 68,4% na produção de usinas eólicas. O aumento nas atividades de comercialização e serviços, a atualização do ativo financeiro da concessão das distribuidoras e o reajuste de contratos e tarifas também contribuíram para o resultado.

CPFL
Empresa alcança bons resultados com geração de energia eólica e recuperação do consumo industrial - Foto: Divulgação

O primeiro trimestre foi marcado ainda pela recuperação do consumo industrial, que voltou a ter crescimento após três meses consecutivos de redução em função dos impactos da pandemia da covid-19. A venda de energia para esse setor teve alta de 7,7% nos três primeiros meses do ano, na comparação anual. No segmento residencial, o crescimento foi de 4,6%, ainda favorecido pela mudança de hábitos gerada pela pandemia, que fez com que as pessoas passassem mais tempo dentro de casa.

A evolução dos investimentos

A CPFL Energia investiu R$ 695 milhões, 36% mais que no primeiro trimestre de 2020, sendo que a maior parte deste valor, R$ 597 milhões, foi direcionada à distribuição, em obras de expansão, melhorias e modernização do sistema elétrico. As áreas de geração e transmissão receberam R$ 44 milhões e R$ 38 milhões, respectivamente, que foram investidos na construção dos complexos eólicos de Gameleira e PCH Cherobim e dos projetos de transmissão Sul I, Sul II e Marcanaú.

O plano de investimento soma R$ 15,22 bilhões até 2025 – a previsão anterior era empregar cerca de R$ 13,5 bilhões. Em 2021, a empresa prevê investir R$ 3,4 bilhões, dos quais R$ 2,5 bilhões serão destinados à área de distribuição.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais