Logo Mais Retorno
Mercado Financeiro

Bolsa sobe e dólar cai em dia de pouco interesse do investidor pelo mercado

No primeiro dia, da última semana de 2021, a Bolsa fechou em alta, acompanhando seus pares internacionais, que também frecharam no azul, beneficiadas mais pela falta…

Data de publicação:27/12/2021 às 18:38 -
Atualizado 5 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

No primeiro dia, da última semana de 2021, a Bolsa fechou em alta, acompanhando seus pares internacionais, que também frecharam no azul, beneficiadas mais pela falta de novidades do que, propriamente, por uma pauta econômica positiva.

O Ibovespa fechou o pregão desta segunda-feira, 27, aos 105.554 mil pontos, alta de 0,63%, em comparação com o último dia de mercado aberto, na antevéspera de Natal, dia 23.

Bolsa: o destaque do pregão de hoje foi o Magazine Luiza - Foto: Divulgação

Dólar à vista

O dólar à vista fechou em queda de 0,42%, aos R$ 5,639. A moeda americana engatou com isso sua quarta queda consecutiva, fechando na mínima em mais de duas semanas.

O dólar se beneficiou hoje do "otimismo" dos mercados externos após dados nos Estados Unidos sugerirem força da economia, mesmo em um momento de forte preocupação com a variante ômecro, da covid-19.

Bolsa de valores em alta

A Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, teve um dia hoje também influenciada pelo bom resultado da renda variável pelo mundo.

O Ibovespa subiu acima dos 105 mil pontos e deixou no ar a pergunta se, de fato, a renda variável encontrará força suficiente para fechar o ano acima do patamar atual. Ao que parece, tudo dependerá do mercado internacional.

Bolsa tem baixo volume de negócios

Isso porque a B3 registrou hoje um baixo volume de negócios, evidenciando a falta de interesse do investidor local em tomar posição em nosso mercado de capitais no curto prazo.

"No lado das notícias, nenhuma novidade relevante, com os investidores monitorando a evolução da variante Ômicron e possíveis impactos da economia no curto prazo", avalia Rafael Ribeiro, analista da Clear Corretora.

MGLU3 é destaque do pregão

Os destaques do pregão ficaram por conta dos varejistas, refletindo os primeiros dados de vendas do Natal, que parecem ter superado as expectativas.

Magazine Luiza (MGLU3) liderou as altas do Ibovespa, com ganho de 9,35%, seguida por Via ON (VIA3), de 8,00%.

Bolsas estrangeiras

No mercado internacional, o destaque fica para as bolsas de Nova York, que fecharam o dia em alta, com destaque para o setor de tecnologia.

O índice S&P 500 renovou recorde histórico de fechamento, em alta de 1,38% e 4.791 pontos. Nasdaq subiu 1,39%, a 15.871 ponto. Já Dow Jones fechou em alta de 0,98%, em 36.302 pontos.

Os resultados de hoje vão deixando o investidor americano com saudades de um ano que foi maravilhoso para a renda variável. Quem imaginaria um ano tão forte para as ações, depois de um 2020 igualmente importante.

Uma reportagem do The Wall Street Journal publicada hoje chegou a tocar no assunto, dizendo que muitos investidores estariam saudosos já de um biênio excepcional. E era difícil encontrar quem acreditasse que isso se repetirá em 2022.

Sobre o autor
Renato Jakitas
Editor-chefe do Portal Mais Retorno.