Logo Mais Retorno
Ibovespa
post

Bolsa fecha no positivo, de 0,04%, depois de abertura mais firme; dólar sobe 0,24%

Queda da Vale e expectativas com Simpósio de Jackson Hole seguraram o mercado de ações

Data de publicação:24/08/2022 às 17:52 -
Atualizado 3 meses atrás
Compartilhe:

A Bolsa de Valores do Brasil, a B3, teve uma abertura firme, com as notícias sobre as prévias da inflação que mostraram varição negativa também em agosto. No período da tarde, no entanto, alternou entre perdas e ganhos, afetada pela queda da Vale e expectativas nas bolsas internacionais. No fechamento, o Ibovespa apresentou alta residual de 0,04%, aos 112.897 pontos. Já o dólar encerrou o dia com ligeira alta de 0,24%, cotado a R$ 5,11.

Embora o IPCA-15 indicando deflação de 0,73% para agosto, Marcelo Oliveira, CFA e sócio-fundador da Quantzed ressalta que o mercado esperava um recuo maior, de 0,81%, o que pressionou um pouco os juros. "A boa notícia é que seguimos com melhora na difusão e núcleos" no comportamento dos preços, lembrando que o destaque na queda ficou com os administrados.

bolsa
Bolsa abre mais animada, mas recua com expectativas sobre o Fed no mercado internacional - Foto: Reprodução

"O Ibovespa, após se consolidar como sinal positivo até início da tarde, recuou, acompanhando a indefinição do mercado, onde as bolsas nos Estados Unidos e Ásia fecharam sem direção definida" destaca Alexandre Daier, especialista em renda variável da Blue3. Segundo ele, o mercado mais morno lá fora se de à expectativa em relação ao Simpósio de Jackson Hole.

O evento econômico começa nesta quinta e vai até sábado e contará com a presença do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, As atenções estarão voltadas para o que ele deve falar sobre a condução da política de aperto monetário nos Estados Unidos.

Para Daier, a Europa sofre com uma nova alta do preço da energia e a iminente interrupção do fornecimento de gás da Rússia: " A tendencia é que haja ainda mais aumentos, considerando a escassez de energia e a aproximação do inverno, o cenário é alarmante, e o reflexo pode ser uma inflação ainda mais rigorosa", diz ele.

Os mercados refletiram também o cenário mais cauteloso no aguardo de uma postura mais agressiva do mandatário do Fed americano.

Bolsa perde o fôlego durante o dia

Oliveira da Quantzed relata que a abertura mais animada da B3 foi puxada principalmente pelas ações da Petrobras, que acompanharam a alta do petróleo no mercado internacional, e fecharam aqui com alta de 0,66%, embora tenham subido mais de 1% pela manhã.

Ele também informa que o dólar no mercado internacional permaneceu estável e praticamente de lado o dia todo sem grandes movimentos, aguardando os novos discursos do FED no Simpósio . "Isso tem deixado o mercado ansioso".

O varejo, pelo segundo dia consecutivo, foi destaque positivo no pregão desta quarta-feira: Magalu (MGLU3) subiu 8,43%; Via (VIIA3) 3,67%; Natura (NTCO3), 8,33%. A maior alta, no entanto, ficou com os papeis da CVC, que subiram 11,28%.

Na outras ponta, papeis de siderúrgicas fecharam no vermelho: Vale caiu 3,22%.

Sobre o autor
Regina Pitoscia
Editora do Portal Mais Retorno.

Inscreva-se em nossa newsletter

,