Empresa

O banco BTG Pactual informou que a Moody’s Local - no Brasil - elevou, nesta terça-feira, 14, os ratings de emissor e de depósito bancário de longo prazo do banco de AA+.br para AAA.br, com perspectiva estável.

Foto: BTG Pactual/Reprodução
Segundo o BTG, elevação dos ratings reflete o momento do banco de busca por um perfil de negócios mais qualificado e fortalecido - Foto: Reprodução

De acordo com a empresa, a elevação dos ratings reflete o movimento do banco em direção a um perfil de negócios mais diversificado, menos complexo e fortalecido, com foco na estabilização dos resultados gerados a partir da carteira de empréstimos e das operações de gestão de recursos e de gestão de patrimônio.

O lucro líquido do BTG como porcentagem dos ativos tangíveis foi de 1,7% em junho de 2021, um ligeiro aumento dos 1,6% registrados em dezembro de 2020.

Empréstimo e gestão de ativos

A contribuição dos resultados de empréstimos corporativos e gestão de ativos, bem como gestão de patrimônio, aumentaram nos últimos três anos, segundo a companhia, em linha com as expectativas.

“Os ganhos recorrentes desses segmentos juntos representaram 36% da receita total do BTG em 2021”, enfatizou o BTG.

Banco Pan

A consolidação das atividades do Banco Pan também contribui para maior diversificação de receitas e da carteira de crédito, segundo o BTG.

"A ação de rating incorpora as diminuições recorrentes do valor em risco médio diário da carteira de trading para 0,25% em junho de 2021 de 0,54%, em dezembro de 2019, e 0,65%, em dezembro de 2017, impulsionado principalmente pela decisão do banco de reduzir riscos enquanto expande seus negócios digitais e a carteira de crédito", ressaltou.

O risco de mercado representou 12% dos ativos ponderados pelo risco relatado pelo banco em junho de 2021, abaixo dos 22% do ano anterior.

Capital e liquidez

O BTG apontou ainda que a elevação dos ratings também reflete a forte posição de capital do banco e boa estrutura de liquidez para apoiar sua estratégia de crescimento da carteira de empréstimos, juntamente com uma estrutura organizacional menos complexa após o desinvestimento de várias operações de banco comercial.

Oferta primária de ações

No primeiro semestre de 2021, o banco levantou R$ 2,5 bilhões por meio de uma oferta primária de ações, cujos recursos estão sendo investidos na sua plataforma digital e na expansão da carteira de crédito.

O Banco Central classificou o BTG Pactual no segmento S1 de regulação prudencial, no qual se exige o total alinhamento com as recomendações de Basileia.

“A perspectiva estável reflete a expectativa de manutenção dos fundamentos de crédito consistentes com o atual nível de rating ao longo dos próximos 12 e 18 meses”, ressaltou o banco.

Imagem do autor

Repórter do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais