Empresa

AGE da Petrobras define novo conselho de administração e cargo para Silva e Luna

Às 15h desta segunda-feira, 12, a Petrobras promove uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) que tem como intuito definir o novo conselho de administração da companhia. Na…

Data de publicação:12/04/2021 às 03:10 - Atualizado 7 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Às 15h desta segunda-feira, 12, a Petrobras promove uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) que tem como intuito definir o novo conselho de administração da companhia.

Na pauta, um dos assuntos mais importantes é a aprovação do nome do general do Exército, Joaquim Silva e Luna, para assumir um lugar no Conselho de Administração.

Luna e Silva
Cargo para o general Luna e Silva no conselho de administração da Petrobras deve ser definido em AGE nesta segunda-feira - Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

O objetivo, segundo a empresa, é que Silva e Luna, em seguida, assuma a presidência da estatal, no lugar de Roberto Castello Branco, que teve seu mandato encerrado no último mês de fevereiro a pedido do presidente Jair Bolsonaro.

Dois nomes foram reprovados para o Conselho

Dois dos 11 nomes indicados para compor o conselho de administração da Petrobras foram considerados inaptos a assumir o cargo por terem atuado em empresas com relação direta com a petroleira, nos últimos três anos.

A avaliação é do comitê de pessoas da própria estatal, formado por membros do atual colegiado da empresa e por especialistas independentes.

Márcio Andrade Weber teve o nome negado por ter sido diretor da Petroserv até agosto do ano passado. A empresa é uma fornecedora e operadora de sondas da Petrobras. Ele foi indicado pela União controladora da companhia.

Segundo a legislação, “são impedidas aquelas que ocupem cargos em sociedades que possam ser consideradas concorrentes no mercado ou que tiverem interesse conflitante”.

O mesmo argumento foi usado pelo comitê de avaliação para negar a indicação de Pedro Rodrigues Galvão de Medeiros por acionistas minoritários.

Ele foi diretor do Citibank até dezembro do ano passado. O banco foi responsável pela abertura de capital da BR Distribuidora pela Petrobras.

Candidatos aprovados

Além de negar os dois nomes, o comitê interno da estatal fez uma série de ressalvas aos demais candidatos.

Os únicos a passar completamente no crivo dos avaliadores foram o atual presidente do conselho de administração da empresa, Eduardo Bacellar Leal Ferreira, Cynthia Santana Silveira, Murilo Marroquim e Leonardo Antonelli, que hoje tem um assento de representante dos minoritários no colegiado e poderá se candidatar à reeleição.

Os demais – Sonia Villalobos, Ana Silvia Matte, Ruy Flaks Schneider (atual membro do conselho), Marcelo Gasparino e José João Abdalla Filho – tiveram os nomes aprovados com ressalvas. / com Agência Estado

Sobre o autor
Julia Zillig
Julia ZilligRepórter do Portal Mais Retorno.
Balança Corrente

Balança Corrente

O que é Balança Corrente? A Balança Corrente é uma das contas da contabilidade nacional formada pela soma de outras três balanças, que são: Balança Comercial;...

  CONTINUAR LENDO