Open Nav Logo Mais Retorno

Ordem a mercado

O que é ordem a mercado?

Ao comprar ou vender ações na bolsa de valores, investidores geralmente têm as negociações mediadas por corretores particulares ou agências especializadas. E a compra ou venda é realizada mediante o envio de uma ordem de execução ao corretor ou agência.

Entre as ordens de execução de compra e venda de ativos, a ordem a mercado é uma das mais comuns e diretas. Nesse caso, a ordem orienta a compra ou venda imediata das ações pelo preço em vigor naquele momento.

Esse tipo de ordem especifica a quantidade e características das ações a serem compradas ou vendidas, sem que o preço esteja fixado ou vinculado a um prazo. A ordem a mercado, portanto, deve ser executada no momento em que for recebida e pelo preço atual que os ativos estiverem sendo negociados.

Desse modo, em uma negociação de compra, a ordem é executada pelo melhor preço de venda naquele momento. E, em uma negociação de venda, a ordem é executada pelo preço do melhor comprador.

Assim, o investidor não precisa esperar para que a ordem seja executada, a operação ocorre instantaneamente.


Qual a diferença para outros tipos de ordem?

A ordem a mercado é uma forma de compra e venda de ativos, que visa maior rapidez e praticidade em suas operações. Outros tipos de ordens de execução têm outras finalidades, como conseguir melhores preços, evitar prejuízos e proteger ganhos. Logo, a ordem de mercado funciona como um balcão de compra e venda imediata, enquanto os outros tipos podem funcionar como um leilão ou um seguro contra perdas.

Quais os outros tipos de ordem de execução?

Ordem limitada

Nas ordens limitadas, a execução só é concluída quando a compra ou venda de um ativo atinge preço melhor ou igual ao delimitado pelo investidor.

Assim, se uma ordem de compra foi limitada pelo investidor a R$ 30,00 e o título está sendo negociado a R$ 27,00, a ordem será executada a R$ 27,00 e não R$ 30,00.

Ocorre da mesma forma com a ordem limitada de venda. Se o investidor estipulou o valor de venda a R$ 30,00 e é encontrado um comprador pagando R$ 33,00, a ordem será executada a R$ 33,00.

Caso o preço estipulado não seja atingido a ordem não será executada.

Ordem stop loss

As ordens de stop loss funcionam como um tipo de proteção à uma desvalorização repentina de um título ou ação.

Nesse caso, o investidor delimita um valor para ação pouco abaixo do valor normalmente praticado em mercado. E, caso, a ação caia para essa faixa de preço, essa ordem torna-se uma ordem de mercado para ser executada imediatamente, prevenindo assim o investidor de sofrer perdas maiores.

Sob o efeito contrário, o preço de negociação das ações aumenta, a ordem de stop loss não terá nenhum outro efeito e não será executada.

Ordem stop móvel

Semelhante à ordem de stop loss, a ordem de stop móvel ajuda o investidor a proteger um ganho. Se uma ação gera lucro para o investidor, ele pode utilizar a ordem de stop móvel para definir e buscar essa relação lucro/ação.

Portanto, ao adquirir uma ação e constatar sua valorização, o investidor executa a ordem de stop móvel para, caso a ação desvalorize, indicando que pode voltar a ser negociada pelo mesmo valor do momento de compra, ela se torne uma ordem de mercado e seja negociada imediatamente.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados