Open Nav Logo Mais Retorno

IPCA

O que é IPCA?

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) é o índice que representa a inflação no Brasil. Ao menos, o IPCA é o nosso principal índice quando o assunto é inflação.

Através desse índice, o Banco Central controla a política monetária para atingir sua meta para a inflação. A inflação nada mais é do que a perda do poder de compra do dinheiro.

Então, quando os preços dos produtos ou serviços começam a subir, podemos cogitar que os preços estão sofrendo com a inflação, ou estão inflacionados. O contrário, quando os preços descem, pode ser denominado de deflação.


Como funciona o IPCA?

O IPCA é um índice elaborado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Dentro desse cálculo é utilizado, como base de referência, o consumo médio de famílias que possuem dentro de 1 a 40 salários mínimos como renda.

Cada produto tem um peso dentro do cálculo e, assim, se consegue extrair uma média. Desse modo alcançamos o IPCA do período.

O IPCA é calculado todo mês, mas além do próprio índice, o IBGE ainda trabalha com outros que são similares e servem como complemento ao estudo da inflação.

Sem falar que ainda existem as prévias do IPCA, ou o cálculo baseado nos primeiros 15 dias do mês.

Tudo isso serve como base para a população, o governo federal e o Banco Central se manterem atentos à evolução da inflação.

Não é nenhuma novidade que o Brasil já passou por tempos complicados quando nossa inflação chegava a números estratosféricos.

O dinheiro praticamente não tinha mais valor e compras de grande valor eram realizadas através do dólar americano.

Para que serve o IPCA?

Um das funções do IPCA é servir como termômetro da economia. Um país em condições normais deve registrar alguma inflação em sua economia.

Claro, a inflação não pode ser muito alta, mas quando existe o fator de alta dos preços, mesmo que mínimo, isso significa que os salários estão aumentando e que os produtos estão ficando mais caros.

Quando temos uma economia sem inflação (zero) ou negativa (deflação) isso pode ser sinal de uma economia em queda de atividade.

Afinal, a procura (ou demanda) pode estar sendo inferior a oferta. Algo tão problemático quanto a inflação alta, pois uma economia que não cresce gera sérios problemas sociais, a começar pelo desemprego.

Uma das entidades que fica de olho no IPCA e toma certas atitudes para influenciar no índice, é o Banco Central.

Por meio da taxa de juros (a taxa Selic), o depósito compulsório, a taxa de redesconto e outros instrumentos de política monetária, o Banco Central consegue influenciar o consumo do país, e assim, reduzir de forma indireta as eventuais oscilações da inflação.

E o IPCA é o principal termômetro para isso.

O IBGE realiza coleta os dados e realiza os cálculos do IPCA, enquanto o Banco Central pode verificar quais são as atitudes que deverão ser tomadas para proteger o valor da nossa moeda.

Porque acompanhar o IPCA?

O IPCA é um índice extremamente útil para o Banco Central, órgãos públicos e para nós! Ao analisar uma estratégia de investimento, observando algumas aplicações e seus rendimentos, você precisa levar em consideração o IPCA também.

Caso o seu rendimento esteja abaixo do IPCA do período, é provável que você tenha perdido poder de compra.

Lembre-se: O IPCA é um índice que representa a inflação. Sendo assim, podemos considerar que o IPCA é a média da inflação em um determinado período.

Hoje, existem investimentos que estão atrelados ao IPCA e que podem te ajudar a proteger o valor do seu dinheiro no tempo. O próprio Tesouro IPCA, por exemplo, é um título que oferece uma taxa prefixada ao investidor mais a oscilação do IPCA como rendimento.

Vários títulos de renda fixa como o CDB e a LCI também oferecem essa forma de rendimento.

E claro, o IPCA influencia diretamente a sua vida. Afinal, quanto maior a inflação e menor o seu poder de compra, maior terá que ser a sua renda para manter o mesmo padrão de vida. Por isso, fique sempre atento ao IPCA!

 

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão