O que são indicadores financeiros?

Os indicadores financeiros são ferramentas que funcionam como métricas de desempenho de um negócio. Eles são muito utilizados para avaliação das empresas, identificando aspectos positivos e negativos da companhia.

Basicamente, essa é uma forma de obter rapidamente algumas informações organizacionais, retiradas dos próprios relatórios contábeis da empresa como o Balanço Patrimonial e o Demonstrativo de Resultado do Exercício (DRE), por exemplo.

O uso dos indicadores financeiros não está restrito aos gestores de um negócio. Muitos investidores também gostam de olhar essas métricas antes de tomar uma decisão de investimentos.

Como Investir nos Melhores Fundos

Quais são os principais indicadores financeiros?

A seguir, vamos listar alguns dos principais indicadores financeiros das empresas e que estão entre os mais utilizados nas análises e avaliações sobre o seu desempenho organizacional.

As informações são retiradas dos seus demonstrativos contábeis e trazem uma forma mais simples de avaliar todos os números que os compõem. São, portanto, ferramentas poderosas para realizar uma análise.

Antes de iniciarmos a nossa lista, no entanto, cabe um alerta. Indicadores financeiros são encontrados com fórmulas matemáticas e, portanto, acabam sendo números frios.

Uma tomada de decisão não deve, em hipótese alguma, considerar apenas esses valores, mas envolver uma análise econômica completa do cenário em que a organização está inserida, assim como uma projeção econômica futura.

  1. ROI

O Retorno Sobre o Investimento (Return On Investment, em inglês) mede qual é o retorno financeiro que uma aplicação de capital apresentou ao seu investidor. Esse é um dos principais indicadores financeiros para medir rentabilidade. O seu cálculo usa da seguinte fórmula:

ROI = (Lucro - Investimento Inicial) / Investimento Inicial

Ou seja, ele vai apresentar quanto o lucro representa sobre o investimento inicial. Supondo um lucro de R$ 1.200,00 e um investimento inicial de R$ 1.000,00, teríamos um ROI de 20%.

Além disso, o ROI também indica qual é o tempo necessário para que o investimento seja retornado ao investidor. No nosso exemplo, caso mantido o ROI de 20%, isso significa que o prazo para recuperação do valor seria de cinco anos.

  1. Margem Líquida

Outro dos indicadores financeiros mais importantes é a margem líquida. Ela representa qual é a parte do lucro de cada venda que efetivamente sobra para a empresa, já descontando todos os custos (incluindo impostos).

Para encontrar a margem líquida, você pode usar da seguinte fórmula:

Margem Líquida = (Lucro Líquido / Total de Vendas)

Supondo que você tenha um lucro líquido de R$ 10.000,00 e que as vendas totalizem R$ 200.000,00, isso significa que a margem líquida foi de 0,05 (5%). De maneira mais objetiva, significa que a cada R$ 100,00 vendidos, o valor que sobra para a empresa é de R$ 5,00.

Quanto maior essa margem, melhor. Isso representa maior disponibilidade tanto para novos investimentos para crescimento empresarial, como disponibilidade para distribuição aos acionistas. Uma margem líquida negativa representa prejuízo.

  1. Liquidez Corrente

Um dos grandes perigos para a sobrevivência de uma empresa é o seu endividamento. Companhias muito endividadas, especialmente no curto prazo, podem ter sérios problemas para honrar seus compromissos.

Uma boa forma de medir o seu endividamento de curto prazo é usar da métrica de liquidez corrente. Ela pode ser calculada da seguinte maneira:

Liquidez Corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante

O ativo circulantes correspondem aos bens e direitos da empresa de curto prazo, como caixa, disponibilidades, etc. Já o passivo circulante remete aos valores de capital de terceiros de curto prazo. Ou seja, quanto a empresa tem de dívidas no período.

Pela estrutura da fórmula, o ideal é que o resultado seja maior do que um. Se isso acontecer, significa que os recebimentos e o caixa são suficientes para cobrir todas essas dívidas de curto prazo.

Lembrando que esses são apenas três exemplos de indicadores financeiros. Existem muitos outros tão ou até mais importantes de acordo com o objetivo de análise do empreendedor ou do investidor.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Patrimônio Líquido

O que é Patrimônio Líquido? O Patrimônio Líquido é mais um grupo que faz parte do Balancete e do Balanço Patrimonial das empresas. Esse grupo, em…

Veja outros termos