Última modificação em 20 de novembro de 2020

O que é gestão financeira?

Gestão financeira é toda ação vinculada ao estudo, controle e planejamento das atividades financeiras de uma empresa. Essa gestão também pressupõe a elaboração de relatórios contábeis e gerenciais para serem analisados por um administrador financeiro, como o Balanço Patrimonial, a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) e o Fluxo de Caixa.

Empresários, microempreendedores e diretores financeiros  são os profissionais mais envolvidos com a gestão financeira. Mas se você quer investir de forma inteligente e ler corretamente os relatórios das companhias, conhecer os pilares da gestão financeira fará total diferença.

Quais as melhores práticas de gestão financeira para uma empresa?

A gestão financeira não é uma atividade com início e fim, ela faz parte do dia a dia de qualquer empresa. Um gestor financeiro está constantemente planejando ações, controlando-as e analisando os seus resultados — no âmbito monetário.

Podem acontecer erros como desconhecimento de operações, déficit na análise de desempenho, falta de atualização do fluxo de caixa… tudo isso pode levar à perda de percepção do valor patrimonial da companhia, erro nos cálculos de faturamento, dificuldade no planejamento estratégico e financeiro etc. Daí a importância de exercer:

Controle do fluxo de caixa

É o registro diário de tudo o que entra e sai do caixa da empresa, além das projeções das contas a pagar e a receber. É muito importante realizar a adequada administração do fluxo de caixa  porque pode acontecer do fluxo estar positivo, mas o resultado operacional ser negativo.

Acompanhamento e gestão do capital de giro

O capital de giro é o resultado da subtração do passivo circulante dos ativos circulantes de uma empresa. Em outras palavras: é o investimento líquido em ativos correntes necessários para sustentar os seus processos diários. Também há vários tipos de capital de giro e gerenciá-los garante o funcionamento do ciclo operacional, maximiza o retorno dos investimentos etc.

Apuração periódica e controle da DRE

É o cruzamento das receitas, custos e resultados a fim de determinar o resultado líquido em um período de tempo. Lembrando que resultado é receita e gastos. Isso ilustra se a empresa está gerando lucro ou prejuízo, além de ser útil para o pagamento dos impostos.

Assim, uma empresa que exerce gestão financeira nos moldes padrões tem um resultado e as que não seguem tem outro, certo? Saber quais seguem as boas práticas financeiras provavelmente vai ajudar você a montar um portfolio mais robusto.

O que a gestão financeira tem a ver com o valuation?

Valuation é o termo popular relacionado à avaliação de empresas quanto ao seu valor no mercado. Conhecendo-o, as ações estratégicas da gestão financeira poderão ser melhor norteadas. Inclusive, dois dos três tipos de cálculos do valuation incluem variáveis coletadas pela gestão financeira, como o fluxo de caixa e o valor patrimonial.

Calculado o valuation de uma ação, você chega ao preço justo dela, consegue comprá-la por um preço menor e obtém lucro com a operação. É o que chamamos de “barganha”.

  1. Múltiplos de mercado 

É o único método que “dispensa” conhecimento sobre a gestão financeira de uma empresa. O foco é nos indicadores de mercado entre outras companhias do setor, como dividend yield, enterprise value e preço/valor patrimonial

  1. Fluxo de caixa descontado (FCD)

É o cálculo mais completo e que inclui análise da gestão financeira. Deve-se projetar o fluxo de caixa, definir a taxa de desconto e somar os fluxos descontados.

  1. Valor patrimonial 

Para chegar ao valor patrimonial e conhecer o real valuation da empresa, soma-se todas as contas dos ativos circulantes e não circulantes e subtrai-se dívidas e outras obrigações. Tudo isso está disponível nos relatórios de gestão financeira.

Termo do dia

Erro de atribuição de grupo

O que é o erro de atribuição de grupo? Erro de atribuição de grupo, além de um termo enorme, é também o nome dado a um…