O que é o Efeito Dunning-Kruger?

O Efeito Dunning-Kruger é um viés cognitivo. Diante dessa característica, já podemos presumir que se trata de um fenômeno mental, onde julgamos erroneamente os dados, pessoas e outros elementos do mundo que nos cerca, tomando portanto decisões igualmente equivocadas.

No caso do efeito Dunning-Kruger o mal julgamento tem como objeto o nosso próprio conhecimento. Isso porque ele narra a nossa incompetência em perceber o quanto sabemos ou não de um determinado assunto, de modo que indivíduos com menos conhecimento tendem a acreditar que sabem mais do que outros, por vezes mais bem qualificados.

Sabe aquele seu amigo que vive dando dicas de investimentos para todo mundo (“é uma baita oportunidade, pô!”), como se fosse o maior especialista na questão, mas é um verdadeiro leigo?

Ou então a sua irmã, que adora gritar para o treinador do time de vocês para trocar o volante pelo atacante, com tanta convicção que parece ela mesma uma autoridade futebolística?

Sem falar naqueles seus contatos super convictos do Facebook que fazem postagens quilométricas acerca de política, mas tudo o que sabem aprenderam ali mesmo, no Facebook?

Todo mundo conhece alguém assim - também já agiu e age dessa maneira, em algum momento - de modo que o Efeito de Dunning-Krugger é conhecido por narrar a existência de uma verdadeira “legião de falsos especialistas”.


Como surge o Efeito Dunning-Kruger?

Você já se pegou admirando a imensidão do mar, sentado na sua cadeira de praia enquanto via a massa aquática se estender até o horizonte? É de impressionar!

Ao sofrer do efeito Dunning-Kruger passamos por algo semelhante. Ao nos depararmos com um assunto novo e nos aprofundarmos nele, sentimos como se um novo mundo se abrisse. “Uau, quanta coisa eu acabei de aprender”, você pode pensar.

Mas a verdade é que, mesmo ao ler um livro inteiro ou passar toda uma tarde pesquisando, ainda temos uma visão muito superficial daquele tema.

É como observar a extensão do mar: existe um mundo gigantesco por baixo do que se pode ver, totalmente desconhecido.

Imagine a frustração de quem está na praia e pensa “uau, eu já vi e entendi toda a dimensão desse oceano por aqui”.

Em outra área, pensemos em quem lê uma Constituição por completo e já acredita dominar todo o aparato legal de um país. Logo ele deve perceber que existem MUITAS outras leis que garantem a aplicação dessa mesma Constituição e que estudá-las levará vários anos (não fosse assim, por que teríamos faculdades de Direito, não é mesmo?).

O problema é que, se ninguém nos conta nenhuma dessas coisas, tendemos a achar que já vimos tudo - e, pior, que sabemos tudo! Não há consciência do que não se sabe.

Como o Efeito Dunning-Kruger interfere na sua vida financeira?

A grande questão do efeito Dunning-Kruger é que, quanto mais estudamos um assunto, menos somos suscetíveis a ele. Por quê? Bom, é como se o estudo colocasse os nossos dois pés dentro da água e nos convidasse a avançar: quanto mais caminhamos em direção ao mar, mais sentimos a profundidade do que está abaixo de nossos olhos.

No entanto, nem todos se dão conta disso e, parados na praia, dão ainda conselhos a quem quer entrar no mar.

Lembra daquele seu amigo metido a especialista em finanças, mas que só investe em ações x e y porque está todo mundo investindo “e é uma baita oportunidade”?

Existem muitos deles por aí. Você mesmo pode ter sido um deles, até pouco tempo atrás.

E como podemos nos livrar da sua influência?

Não se trata de simplesmente seguir à risca tudo o que as verdadeiras autoridades dizem (afinal, o viés de autoridade também está à espreita), mas sim de enfiar os dois pés nesse mar imenso que é o mundo financeiro.

Afinal, o verdadeiro conhecimento é o melhor antídoto para o Efeito Dunning-Kruger.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Lei Kandir

A Lei Kandir foi uma das iniciativas do legislativo para incentivar a exportação, porém, causou muita polêmica. Saiba mais!