O que é o Argumento de Autoridade? 

Argumento de Autoridade é o nome dado a um recurso argumentativo segundo o qual, ao tomarmos nossas escolhas, as justificamos como fazendo parte do comportamento de outras pessoas importantes. 

Isso significa que usamos os hábitos e opiniões de figuras de autoridade (especificamente na nossa vida ou no mundo como um todo) para trazer certa autoridade ao que fazemos. 

É como se o fato de uma pessoa ser bem sucedida no seu trabalho ou ter forte influência na nossa vida (como uma mãe ou um avô, por exemplo) fosse suficiente para apontá-la como um exemplo a ser seguido incondicionalmente. 

Às vezes, o sujeito é realmente um modelo - como um médico dando conselhos sobre como melhorar de uma gripe ou um pedreiro, sobre como erguer um muro. No entanto, o Argumento de Autoridade passa a se tornar um elemento negativo em nossas vidas quando é usado para nos enganar - se tornando um verdadeiro reforços aos vieses cognitivos.

Como o Argumento de Autoridade está relacionado ao Apelo à Autoridade?

Algumas pessoas confundem o Argumento de Autoridade com um viés cognitivo chamado Apelo à Autoridade.

O Apelo à Autoridade é caracterizado como a tendência mental que todos nós possuímos, como seres humanos, de nos apoiarmos nos comportamentos e opiniões de pessoas bem sucedidas em certas áreas ao tomarmos nossas próprias decisões.

Elas podem ser famosas (como Platão, Marie Curie e Jane Goodall) ou figuras de referência na sua vida (como o seu pai, o seu melhor amigo ou o seu chefe).

O fato é que, embora recorramos à Platão em uma discussão filosófica ou às opiniões do seu pai sobre como limpar leite condensado quando ele se espalhou pela geladeira inteira, essas figuras nem sempre estão corretas em suas opiniões.

Já imaginou fumar só porque a sua mãe fuma? Para justificar, você diz que "não há ninguém no mundo em quem eu confie mais do que na minha mãe" - logo, se ela fuma, você vai fumar também. 

É aí que o argumento de autoridade aparece: ele se caracteriza como a justificativa racional que damos para fazer tal coisa, em detrimento de outro. No maior estilo "se fulano, que é tão inteligente, faz isso, por que eu não faria?". 

O problema é que existe uma grande diferente entre se espelhar, por exemplo, na forma como a sua mãe cria motores (como excelente engenheira mecânica que é) e nos seus hábitos de saúde. A não ser que ela seja médica e tenha pesquisas comprovando a racionalidade de seus comportamentos, nesse assunto específico ela é tão leiga quanto qualquer outra pessoa, e não uma autoridade.

Assim, podemos concluir que o Argumento de Autoridade é uma ferramenta através da qual o Apelo à Autoridade se expressa. Pode-se dizer até que, sem ele, o Apelo não se sustentaria. 

Como o Argumento de Autoridade interfere na sua vida financeira?

Já imaginou investir em um investimento X ou Y apenas porque é lá que o seu chefe (que entende tanto disso quanto você) investe? Ou então comprar um carro de modelo tal baseado nas compras feitas pelos seus amigos (outro bando de leigos)? Sem falar em começar um negócio porque aquele seu colega de trabalho que você mais admirava largou o emprego para abrir uma empresa naquele ramo?

Parece loucura, mas mais uma vez o pensamento de "se fulano que é tão inteligente/admirado/querido faz isso, por que eu não faria?" entre em ação para te prejudicar.

Mais uma vez, reforçamos que não existe nada demais em recorrer a figuras de autoridade para tomar decisões - desde que elas tenham autoridade naquela área.

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Backtest

O que é Backtest? Também chamado de backtesting, o backtest é um tipo de teste que se faz usando dados históricos relevantes, a fim de prever…