Finanças Pessoais

O presidente da Berkshire Hathaway, Warren Buffett, aproveitou o encontro com investidores promovido pela companhia para dar algumas dicas aos investidores individuais. Maior investidor de todos os tempos, ele é famoso por sua metodologia de longo prazo. A empresa registrou receita operacional de US$ 7,018 bilhões no primeiro trimestre 2021, um crescimento de 20% em relação aos US$ 5,871 bilhões do mesmo período do ano anterior.

O resultado foi obtido após um movimento arrojado de recompra de ações no valor de US$ 6,6 bilhões orquestrado por Buffet 

Entre as três principais orientações, Buffet recomendou atenção não só aos resultados atuais das empresas, mas também às perspectivas para elas nos próximos 30 anos, porque defende investimentos de longo prazo. Aplicar em fundos de índices também pode ser uma boa estratégia, ele cita o S&P500, que mede a evolução das maiores empresas americanas. E, por último, desaconselhou considerar aplicação em bolsa como um jogo de azar.

Warren Buffet entra para time dos US$ 100 bi
Conhecido como maior investidor de todos os tempos, Buffet recomenda o S&P 500

1. Cuidado com investimentos em ações individuais

Recentemente, houve a entrada de muitos novos investidores na Bolsa de Valores americana. Buffet, no entanto, alerta que escolher bons ativos de companhias não é uma tarefa trivial ao alcance da maior parte das pessoas comuns. 

“Gostaria que os novos participantes do mercado de ações refletissem um pouco antes de tentar fazer 30 ou 40 negociações por dia para lucrar com o que parece ser um jogo muito fácil”, disse Buffett.

Para ilustrar o quão difícil é a tarefa de prever empresas que devem prosperar no longo prazo, Buffet listou as 20 ações com a maior capitalização de mercado em março, entre as quais figuram Apple, Saudi Aramco, Microsoft, Amazon, Alphabet e Facebook. Depois, perguntou ao público quais dessas permanecerão neste grupo em 30 anos. 

2. Invista em fundos de índice (ETFs)

Buffet considera os fundos de índices opções melhores para o investimento do que ações de empresas específicas. O bilionário revelou que suas finanças destinadas à herança que deixará à mulher são compostas 90% pelo S&P 500, índice que inclui as maiores empresas de capital aberto dos Estados Unidos. Os 10% restantes estão alocados em títulos do tesouro. 

Ele também ressalta que é fundamental manter o capital investido por longos períodos de tempo. No caso dos índices, recomenda 30 anos. A receita faz parte de sua concepção de investimentos como forma de fazer poupança, não de conquistar ganhos de curto prazo. 

3. Não trate o mercado de ações como um cassino

Para Buffet, boa parte dos novos entrantes no mercado acionário nos últimos anos, comportam-se como jogadores em uma rodada de jogo de azar. Embora não os condene por isso, ressalta que essa não é uma forma de obter bons resultados na bolsa. 

O empresário demonstrou preocupação com o aplicativo Robin Hood, plataforma por meio da qual pessoas físicas podem operar no mercado financeiro. 

“Tornou-se uma parte muito significativa do grupo de cassinos que ingressou no mercado de ações no último ano e meio”, disse ele. “Não há nada de ilegal nisso. Não há nada imoral. Mas eu não acho que você construiria uma sociedade em torno de pessoas fazendo isso. ”

Quem é Warren Buffett

Warren Buffett é uma figura bastante conhecida do mundo dos investimentos. Ele está entre o seleto grupo de seis pessoas do planeta inteiro com fortuna superior a US$ 100 bilhões, segundo o Índice de Bilionário da Bloomberg.

Filho de um corretor de ações e futuro congressista norte-americano, comprou as suas primeiras ações aos 11 anos de idade;

Aos 13 anos, conseguiu o seu primeiro emprego como entregador de jornais. Ao longo de sua adolescência, explorou vários negócios: venda de selos, bebidas, bolas de golfe perdidas e até a locação de máquinas de pinball (entretenimento comum entre os jovens da época);

Dois anos depois, adquiriu a sua primeira fazenda no estado do Nebraska. Os lucros decorrentes da produção da fazenda serviram para custear os seus estudos na faculdade, onde se formou bacharel em ciências;

Atualmente com 90 anos, ainda mora na mesma casa que adquiriu em 1958, por pouco mais de US$ 31 mil, e não possui a menor intenção de se aposentar.

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Finanças Pessoais
Finanças Pessoais
Finanças Pessoais
Finanças Pessoais
Veja mais Ver mais