Logo Mais Retorno
termos

Volume de Títulos

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:26/05/2022 às 09:00 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O que é volume de títulos?

Volume de títulos, no mercado de capitais, é o valor — ou número total — de um determinado conjunto de títulos que foram negociados durante um período. No contexto de uma única negociação de ações em uma bolsa de valores, por exemplo, é relatado como o número de ações que mudaram de mãos durante um dia em específico.

O volume médio de um título em um período mais longo é o valor total negociado durante esse tempo dividido pela duração do período. A unidade de medida para o volume de títulos, portanto, são as ações por unidade de tempo — geralmente por um dia inteiro de negociação.

O volume de negociação mede o total de ações ou contratos que são negociados para um ou mais títulos específicos durante um período especificado. Quando são negociados de maneira mais ativa, o volume é alto e quando são negociados de forma menos ativa, o volume se torna mais baixo.

Como o volume de títulos funciona?

Cada bolsa de valores rastreia o seu volume de negociação e fornece dados sobre o volume de títulos. Todos eles são relatados uma vez por hora ao longo do dia de negociação atual e são, na verdade, considerados como estimativas. O volume que é relatado no final do dia também é considerado como uma e os números reais finais são relatados somente no dia seguinte.

Os investidores também podem acompanhar o volume ou o número de mudanças no preço de um dos contratos como substituto para o volume de títulos, já que os preços tendem a mudar com mais frequência com um volume maior. Esse valor informa aos investidores sobre a liquidez e a atividade do mercado no momento.

Isso significa que maiores volumes de negociação para um determinado título significam maior liquidez e que o mercado está mais ativo para conectar vendedores e compradores. Quando os investidores se sentem hesitantes sobre a direção do mercado de ações, o volume de negociação de futuros tende a aumentar — o que muitas vezes faz com que opções sobre títulos específicos sejam negociados mais ativamente.

Como funciona o volume de títulos para os traders?

Os traders costumam usar vários fatores de negociação em suas análises técnicas. O volume de títulos é um dos mais simples que são analisados quando negociações do mercado são consideradas. O volume durante um grande aumento ou mesmo diminuição de preço geralmente é importante para eles, já que grandes volumes com muitas mudanças nos valores podem indicar catalisadores de negociação específicos.

Esses níveis de volume também podem ajudar os traders a decidir os melhores horários para uma transação. Isso porque esses investidores seguem o volume médio diário de negociação de um título em períodos tanto de curto quanto de longo prazo ao tomar decisões sobre o tempo total de negociação.

Os traders também podem acompanhar o volume de ticks de um ou mais títulos, o que significa, na prática, o número de alterações no preço de um contrato específico. Isso acontece porque, à medida que o volume aumenta, as mudanças de preço também tendem a se tornar cada vez mais frequentes.

Como seria um exemplo de volume de títulos?

Vamos supor que um mercado seja composto por dois operadores: o trader 1 e o trader 2. O primeiro deles compra 500 ações da ação A e vende 250 ações da B. Já o outro vende 500 ações e compra as 250 para o primeiro operador.

O volume total de negociação no mercado é de 750 — já que são 500 ações da A + 250 da B. isso acontece porque o volume não é contado duas vezes e quando o trader 1 compra 500 ações do trader 2, apenas as mesmas 500 são contadas. Da mesma maneira, apenas 250 ações da B seriam registradas na contagem de volume.

Sobre o autor
Autor da Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!