Última modificação em 22 de junho de 2021

O que é SRI - Social Responsability Investment?

O SRI (sigla de Social Responsability Investment - em Português, Investimento Socialmente Responsável) é uma maneira de investir dinheiro sem comprometer certos valores pessoais - pelo contrário, afirmando-os e incentivando-os cada vez mais.

É possível investir em empresas e obter retorno financeiro ao mesmo tempo em que se preocupa com questões sociais, ambientais e de governança. Você já havia pensado nisso alguma vez?

Em geral, o SRI - Social Responsability Investment - representa o investimento em empresas que fazem coisas boas ao mundo, ao contrário de companhias que produzem armas, vendem álcool, tabaco ou que incentivem algum vício, por exemplo.

Porém, ser socialmente responsável é muito mais profundo do que usar apenas esses critérios. Por isso, a métrica “ESG” foi criada para avaliar melhor se uma empresa é socialmente responsável, ou não.

ESG é a sigla para Environmental, Social and Governance - Meio Ambiente, Social e Governança, em português. A partir dessa métrica é possível colocar o SRI em prática: 

Além disso, o ESG ajuda o investidor a encontrar empresas que tenham os mesmos valores que os seus!

Como colocar em prática o SRI - Social Responsability Investment?

Existem duas maneiras de realizar o Social Responsability Investment, ou seja, investir em empresas socialmente responsáveis.

A primeira delas é investir individualmente em ações desse tipo de empresa. Nesse caso, você precisa checar o escore ESG dessa empresa pra saber sua colocação.

Se você pensa em investir na VALE, por exemplo, como poderá saber se essa é uma empresa socialmente responsável de acordo com a métrica ESG? No site da MSCI é possível encontrar tal informação. 

A segunda maneira é investir em ETF’s que filtram empresas socialmente responsáveis. Ou seja, esses índices adicionam em seu portfólio apenas empresas socialmente responsáveis e, por isso, além de você conseguir praticar o SRI, poderá diversificar seus investimentos.

Por exemplo, se emissão de carbono e aquecimento global é uma pauta muito importante para você, uma opção é investir no ETF CRBN. Esse ETF filtra apenas empresas que têm baixa emissão de carbono.

Outra pauta social importante é a diversidade de gênero. Se isso faz sentido para você, então o ETF SHE pode ser uma boa ideia, já que ele tem em seu portfólio apenas companhias dos Estados Unidos de grande capitalização que colocam mulheres em cargos de liderança.

Outra opção de ETF para diversificar sua carteira é o GCINX. Esse ETF tem em seu portfólio empresas com excelente classificação na métrica ESG, excluindo empresas que investem em organismos geneticamente modificados, armas militares, energia nuclear, tabaco, álcool, jogos de azar ou empresas de carvão, petróleo e gás.

Além desse último, outro ETF do mesmo segmento que investe em médias e grandes empresas do mercado emergente (como o Brasil) com práticas ambientais, sociais e de governança favoráveis é o ESGE.

SRI - Social Responsability Investment no Brasil...

Aqui no Brasil existe o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), criado pela B3. É possível praticar o SRI através dele, pois esse índice avalia a sustentabilidade corporativa, baseada em eficiência econômica, equilíbrio ambiental, justiça social e governança das empresas.

Termo do dia

CNF – Confederação Nacional das Instituições Financeiras

O que é CNF – Confederação Nacional das Instituições Financeiras? CNF (sigla para Confederação Nacional das Instituições Financeiras) é uma associação de grau superior. Ela congrega outras…