Última modificação em 21 de janeiro de 2021

O que é Simple Moving Average (SMA)?

Simple Moving Average é o nome original, em Inglês, do que conhecemos em Português como Média Móvel Simples. Ainda pensando na língua inglesa, é comum o uso das iniciais SMA como referência.

Essa é uma das técnicas utilizadas pelos traders na Bolsa de Valores. A proposta da estratégia consiste em utilizar de faixas temporais, realizando uma média simples dos preços de fechamento de um ativo. Assim, conforme essa média vai se movimentando, torna-se possível identificar uma tendência de precificação.

Da mesma forma que costumamos sinalizar para outros indicadores técnicos, recomenda-se que o trader utilize de fatores diversos na sua tomada de decisão. Olhar exclusivamente para a Simple Moving Average pode trazer alguns erros de avaliação, algo comum em se tratando de uma ferramenta fria (cálculo numérico), quando não há análise subjetiva.

Como funciona o cálculo da Simple Moving Average (SMA)?

De um modo geral, a Simple Moving Average (SMA) é uma ferramenta de fácil compreensão para aqueles que não possuem dificuldade com matemática. O cálculo, afinal, utiliza da média aritmética simples. Ou seja, basta somar os preços desejados e, posteriormente, dividi-los pela quantidade de dias considerados.

Suponha, por exemplo, os seguintes preços de fechamento do ativo X:

Observe que, neste caso, temos um período de cinco dias. Sendo assim, para calcular a SMA, basta somar esses cinco valores e dividir exatamente por cinco, que é a quantidade de preços utilizados. Portanto, a média aritmética deste período contemplado é de R$12,58.

Suponha então que, no sexto dia, esse mesmo ativo X tenha o preço de fechamento de R$12,66. Agora, descartamos o primeiro preço (R$12,50) e atualizamos o cálculo da SMA. O novo resultado seria de R$12,62.

Como funciona a Simple Moving Average (SMA)?

Como vimos, a primeira SMA calculada indicava uma Simple Moving Average de R$12,58, passando para R$12,66 no segundo dia. Em outras palavras, há uma leve tendência de alta no período utilizado.

É claro que um dia nunca será suficiente para qualquer tipo de inferência, mas acreditamos que o conceito é mais fácil de assimilar desta forma. O ideal é repetir o cálculo no longo prazo, criando linhas de tendência dos preços. Naturalmente, os traders utilizam de software para essa missão, tornando a tarefa mais simples e automática.

Outro ponto que merece destaque é que não necessariamente deve-se utilizar o curtíssimo prazo, como neste exemplo de 5 dias. A SMA pode ter quantos dias o investidor desejar analisar. Quanto maior o prazo, mais dias serão considerados no cálculo (e preços mais distantes da data de hoje serão contemplados).

Quais as vantagens de usar a SMA?

A grande vantagem do uso da Simple Moving Average está na sua simplicidade. É muito fácil tanto de calcular, como também de analisar o indicador da Média Móvel Simples. E isso costuma agradar especialmente os iniciantes ou aqueles que não lidam tão bem com números.

Além disso, há uma excelente flexibilidade por meio do uso de diferentes horizontes temporais. Há investidores que, inclusive, gostam de analisar essas linhas de tendência com prazos distintos para comparar o comportamento no curto prazo com médio ou longo prazo.

Quais são as limitações da SMA?

A simplicidade do cálculo da Simple Moving Average também traz algumas limitações. E uma delas é justamente o cálculo.

Por usar de uma média simples, sem atribuir qualquer peso aos preços do ativo, valores praticados muitos dias atrás possuem a mesma relevância em comparação com os mais recentes. E isso nem sempre é correto, especialmente com longo horizonte temporal.

É por isso que se deve sempre utilizar indicadores em conjunto com outras ferramentas no contexto da tomada de decisão, reduzindo assim a chance de erro na escolha.

Termo do dia

AFAC

O que é AFAC?  AFAC (Adiantamento para Futuro Aumento de Capital) é um dos instrumentos que podem ser empregados para injetar capital em uma empresa, sendo que…