Última modificação em 23 de março de 2021

Quem é Peter Thiel?

Peter Thiel é um investidor, empreendedor e venture capitalist germano-estadunidense, conhecido por ser co-fundador do PayPal, serviço inovador de pagamentos digitais, e membro de conselho no Facebook. Vale destacar que ele foi o primeiro investidor de fora do Facebook a investir dinheiro na empresa.

Além disso, Peter Thiel é cofundador da Palantir Technologies, uma empresa de softwares e serviços de informática que atua tanto para o governo dos Estados Unidos quanto para clientes da área financeira.

Além do Facebook, Peter Thiel também realizou investimentos iniciais em muitas startups, como LinkedIn, Airbnb, Spotify, SpaceX, Quora, Yelp e outros. Também realizou fusões e parcerias com outros grandes investidores, como Elon Musk, Ken Howery, Luke Nosek etc.


Qual a trajetória profissional de Peter Thiel?

Peter Thiel nasceu em Frankfurt, na Alemanha, em  1967. Sua família migrou para os Estados Unidos um ano após seu nascimento, para Ohio. Peter sempre teve grande destaque com matemática, mas graduou-se em Filosofia pela Universidade de Stanford e, posteriormente, especializou-se em Ciências Jurídicas, também em Stanford, em 1992.

Após ter trabalhado como advogado de valores imobiliários para a Sullivan & Cromwell, em Nova Iorque, Peter Thiel ingressou na Credit Suisse como Trader de FOREX options. Ainda nos anos 90, Peter Thiel arrecadou cerca de 1 milhão de dólares com seus amigos e família e criou a Thiel Capital Management, ingressando de vez no mercado de venture capital.

Observando o boom da Internet e como as pessoas buscavam facilitações na sua vida, Peter Thiel percebeu que inexistiam serviços eficientes de pagamento online e, junto com a empresa Confinity, desenvolveram o PayPal, em 1999. A principal premissa do PayPal era a criação de uma carteira digital, que providenciasse segurança e eficácia na forma de lidar com dinheiro, através de dados criptografados. 

Após sua criação, o PayPal cresceu rapidamente. Peter Thiel fundiu seus negócios com Elon Musk, através da X.com, bem como a empresa Pixo, especializada em comércio móvel.

Em outubro de 2002, o PayPal foi vendido para a eBay pela quantia de 1,5 bilhões de dólares. Thiel era dono de aproximadamente 4% da empresa, faturando 55 milhões de dólares com essa venda — valor este que lhe rendeu o apelido de “Don da Máfia do PayPal”. 

Com o dinheiro arrecadado pela venda do PayPal, Peter Thiel realizou investimentos diversos em outras startups e empresas em ascensão. Também fundou outras organizações, mais notadamente a Clarium Capital e a Palantir Technologies. 

Quais as contribuições de Peter Thiel para o empreendedorismo?

Não há dúvidas que Peter Thiel contribuiu muito para o empreendedorismo, seja de forma direta, através da realização de investimentos iniciais em startups, seja de forma indireta, inspirando outros empreendedores e realizando parcerias.

Uma de suas parcerias de grande sucesso ocorreu por meio do Founders Fund, uma venture capital em San Francisco, juntando investidores como Sean Parker, Ken Howery e Luke Nosek.

Por causa disso, empresas como Facebook, Airbnb, IronPort, Quora, Rypple, SpaceX e outras foram agraciadas com investimentos iniciais pesados. A Founders Fund também esteve envolvida no investimento da Clearview AI, uma startup de tecnologia de reconhecimento facial e que foi alvo de muitas controvérsias, até mesmo por ter potencial bélico.

Além desta sociedade, Peter Thiel também teve outros fundos de grande destaque, como o Valar Ventures, Clarium Capital e Mithril Capital. Uma curiosidade é que estas duas últimas tiveram seus nomes inspirados nas obras de J. R. R. Tolkien, escritor épico, que Thiel sempre se declarou ser enorme fã.

A principal característica de Peter Thiel, no mercado de investimentos. é sua preferência em investir em ações de alto risco, bem como seu gosto por tecnologia, sendo grande utilizador de big data — produto principal da Palantir Technologies. 

Termo do dia

ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial

O que é ISE? O ISE – sigla correspondente a “Índice de Sustentabilidade Empresarial” – é um recurso utilizado para mensurar qual o nível de sustentabilidade que as…