Última modificação em 1 de fevereiro de 2021

O que são Opções Reais?

O termo opções reais - ou real options, em Inglês - representa uma teoria de negócio onde as escolhas de gestão, ou até mesmo financeiras, devem permanecer abertas e livres de qualquer obrigação, até que seja inevitável tomar uma decisão definitiva.

Á primeira vista podemos pensar que as opções reais tem alguma relação com o mercado de derivativos, mas não. Esse termo costuma ser empregado exclusivamente em estratégias de gestão.

Imagine que você que tenha adquirido ingressos para uma peça de teatro. Por mais que essa opção tenha lhe gerado um custo, você não é obrigado a cumprir com ela se não quiser.

Em outras palavras, você tem o ingresso em mãos mas pode escolher ficar em casa ou ir a outro lugar dadas as circunstâncias da data prevista - considere fatores externos como clima, saúde, transporte, contratempos e assim por diante.

O ingresso adquirido é um ótimo exemplo de opção real, pelo fato se manter aberto e livre de qualquer obrigação, até que chegue o dia da apresentação e você tenha que tomar uma decisão definitiva.

Como as Opções Reais se aplicam nas empresas?

Trazendo o conceito de opções reais para o universo empresarial, nós podemos citar diversos exemplos. O mais comum deles faz referencia ao desenvolvimento de novos produtos e tecnologias.

Para que a companhia obtenha sucesso no respectivo desenvolvimento, é imprescindível que exista um projeto bem estruturado sobre o produto pretendido, certo? Entretanto, é um erro tomar todas as decisões referentes a esse desenvolvimento de uma vez só.

Vamos imaginar o planejamento de um software. É necessário que algumas etapas sejam respeitadas ao longo de sua criação, portanto, não faz sentido tomar decisões que comprometam o projeto completamente sem qualquer feedback dos consumidores.

Partindo do princípio que o início de qualquer coisa nova é o momento onde menos temos conhecimento sobre tal, lidar com opções reais - que se mantém abertas a possíveis mudanças até determinado ponto - é essencial.

Imagine fazer um empréstimo sem necessidade e ter que arcar com a dívida depois? Ou, então, investir em um produto sem entender a verdadeira necessidade dos consumidores? É um prejuízo e tanto.

Por essa razão que ir tomando decisões ao longo de todo o processo é muito melhor que decidir tudo do início. Ter opções reais faz com que o projeto vá pra frente e se desenvolva de maneira mais correta, sem possíveis prejuízos e atendendo as expectativas do mercado. 

Como as Opções Reais se aplicam no mercado financeiro?

Conforme nós dissemos no início, as opções reais não se relacionam com derivativos ou qualquer tipo de investimento do mercado acionário. 

Entretanto, mesmo que não se relacionem diretamente, uma vez que as opções reais sejam aplicadas com excelência nas empresas, podem influenciar positivamente o setor comercial - impactando, consequentemente, o mercado financeiro.

Um produto que atende as expectativas do consumidor é capaz de gerar lucratividade para a empresa, que por sua vez, pode contribuir com a economia do país de modo mais efetivo. 

Então, para que esse produto atenda tais expectativas, é preciso que hajam opções reais ao longo de todo o desenvolvimento; opções palpáveis que resolvem um problema por vez - de preferência aquele que está mais á vista no momento. 

Essa estratégia de gestão foi pensada justamente pela imprevisibilidade do futuro. O mercado de opções, por exemplo, é repleto de especulações e atitudes que visam maximizar o lucro do investidor, certo?

No que diz respeito a gestão de negócios, acontece da mesma forma. O empresário pode rever diversos cenários econômicos, mas, nesse caso, não vale a pena investir recursos numa etapa que ainda está por vir.

Termo do dia

Tesouro Selic

O que é Tesouro Selic? Entre as aplicações disponíveis no Tesouro Direto, o Tesouro Selic é uma das opções indicadas para quem está começando a investir…