Novo Banco de Desenvolvimento (NBD)

Última modificação em 03 de Agosto de 2021 às 07:12

O que é NBD?

O Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) é uma instituição financeira formada pelos países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) com o intuito de financiar projetos de interesse nacional.

O Banco surgiu como uma alternativa a outros fundos monetários internacionais, com juros menores. Além disso, incentiva a cooperação entre os países fundadores, considerados, desde o começo do século, países em desenvolvimento e com grande potencial para se tornarem grandes economias.

O NBD fracassou?

O NBD visava a impulsionar as economias dos países dos BRICS. 

Porém, esses mesmos países continuaram enfrentando instabilidades econômicas, políticas e diplomáticas que os impedem de prosperar de forma convincente.

A China, por exemplo, vê seu grande crescimento econômico colocado em xeque devido aos seus problemas estruturais e ameaças políticas. É um grande elefante na sala para o mundo inteiro.

Por outro lado, a Rússia é vista como “eterna promessa”, constantemente envolvida em problemas diplomáticos, além de uma economia fortemente controlada pelo governo — que impede seu avanço em importância global.

A instabilidade política e econômica tornam Brasil e Rússia incógnitas. Esses países alternam entre períodos de desenvolvimento e retração.

O desenvolvimento, associado à valorização das commodities, vem acompanhado de relaxamento nas políticas econômicas, de forma que os países nunca surfam as boas ondas para o progresso e se veem em um doloroso ciclo de décadas perdidas.

Dessa forma, podemos perceber que, apesar da intenção do Novo Banco de Desenvolvimento, não há dinheiro que resolva problemas culturais e estruturais de países. O desenvolvimento está fortemente associado a boas práticas que não estão no dicionário de vários dos BRICS.

O que são Ticks e qual a sua relação com o NBD?

Ticks é um acrônimo para Taiwan, Índia, China e Coréia do Sul, em inglês. 

A 'maldição' das commodities levou Brasil e Rússia ao descrédito e levantou questionamentos sobre os BRICS como um bloco de países em condições de desenvolvimento e potencial.

O mundo, então, voltou seus olhos para países com economia mais focada em serviços, principalmente de tecnologia, como os Ticks. Nações com foco nesse tipo de mercado têm maior perspectiva de crescimento, segundo a visão global atual.

Esse movimento, inclusive, ganhou força com o fim do fundo BRIC, do Goldman Sachs, motivado pelas sucessivas quedas de ativos desses dois países.

Essa mudança no panorama global coloca o Novo Banco de Desenvolvimento em uma situação peculiar: dois de seus membros fundadores (China e Índia) continuam sendo vistos como bons lugares para investir, enquanto outros dois estão com sua popularidade em queda. 

Apesar do Banco continuar mantendo bons índices de confiabilidade mediante o mercado internacional, isso pode provocar futuros estremecimentos na relação dos países do bloco, reforçados pela postura do atual governo em relação à China.

Além disso, a China possui classificação de risco para investimentos muito mais confiável que os outros países do BRICS. Essa diferença pode gerar tensão e questionamentos sobre as vantagens e riscos para o país asiático com o NBD.

Qual a importância do NBD para o Brasil?

Com a pandemia de Covid-19, o Brasil passou a requerer mais empréstimos do NBD para financiar os programas de auxílio emergencial. 

Antes disso, o país vinha se beneficiando dos empréstimos para financiar projetos de infraestrutura. Somados todos os empréstimos, o valor já ultrapassa os US$ 5 bilhões.

Em 2021, porém, devido ao orçamento limitado e aos conflitos no congresso brasileiro, as últimas parcelas dos recentes empréstimos não foram pagas.

Apesar desse fato gerar desconfiança a princípio, acredita-se que essa inadimplência seja momentânea e resultante dos esforços no combate à pandemia, sem afetar grandemente a visão dos mercados em relação ao Brasil e ao Novo Banco de Desenvolvimento.

Câmara de Arbitragem

Câmara de Arbitragem

O que é Câmara de Arbitragem Uma Câmara de Arbitragem é um órgão privado voltado à resolução extrajudicial de conflitos. Em outras palavras, ele se dedica...

  CONTINUAR LENDO

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo