Logo Mais Retorno
termos

KYD (Dólar das Ilhas Cayman)

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:14/06/2022 às 10:30 -
Atualizado 14 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O que é KYD (Dólar das Ilhas Cayman)?

KYD é a abreviatura da moeda — ou símbolo de moeda — para o dólar das Ilhas Cayman. Essas ilhas são um território britânico ultramarino que inclui o Cayman Brac, a Grand Cayman (algo como a Grande Cayman) e a Little Cayman, ou Pequena Cayman em livre tradução.

As Ilhas Cayman são um centro financeiro offshore muito bem estabelecido. A moeda que circula por lá é disponibilizada em denominações de 1, 5, 10, 25, 50 e 100 dólares, assim como moedas físicas. A Autoridade Monetária das Ilhas Cayman é a instituição responsável pela administração.

Como o KYD surgiu e quais são as suas maiores características?

O dólar das Ilhas Cayman foi instituído pela primeira vez no ano de 1972. Ele substituiu o dólar jamaicano na base de 1 para 1. Tanto a moeda jamaicana quanto a das Ilhas Cayman foram utilizadas no território até o fim de 1972, quando a primeira foi descontinuada.

O KYD em circulação é composto por moedas cunhadas pela World Coin Corporation nas denominações de 1 centavo e 5, 10 e 25 centavos. As notas, ou o papel-moeda de todo o território, foram produzidas originalmente por Thomas de La Rue and Company nas denominações de 1, 5, 10 e 25 dólares.

Essa moeda tem dois símbolos conhecidos: o $ e o CI$. A British Royal Mint foi a responsável por cunhar a moeda nas denominações de 40, 50 e 100 dólares das Ilhas Cayman.

No ano de 1974, a Lei Monetária de 1971 foi atualizada para que fosse possível refletir a paridade entre o KYD e o dólar americano (USD) — que, nesse caso, é de KYD 1 = USD 1,20. Essa lei também é conhecida como Lei da Moeda e está em vigor até hoje. Desde o ano de 1997, porém, a Autoridade Monetária das Ilhas Cayman é responsável pela emissão de todas as moedas dentro do território em questão.

Como um exemplo da paridade entre as duas moedas, suponha que alguém esteja enviando uma transferência eletrônica para as Ilhas Cayman e queira converter 1 mil USD em KYD. A troca resultaria em 833,60 dólares das Ilhas Cayman — já que a conta seria 1 mil dividido por 1,20.

O que são as Ilhas Cayman?

As Ilhas Cayman são um grupo de territórios insulares que pertencem ao Reino Unido. Estão localizadas no Mar do Caribe e, inicialmente, Cristóvão Colombo nomeou essa cadeia de ilhas de Las Tortugas, já que havia grande número de tartarugas na região.

As ilhas pertencentes ao Little Cayman, Cayman Brac e Grand Cayman são conhecidas principalmente pelas suas atrações turísticas e também pelos serviços financeiros internacionais. Tudo isso se deve às suas praias pitorescas e à pouca supervisão regulatória do setor bancário.

Todo o território ganha uma quantia substancial de dinheiro com taxas associadas ao registro — e renovação — de empresas offshore e de fundos de hedge. A indústria de serviços financeiros nas Ilhas Cayman gera, sozinha, cerca de 55% da economia das ilhas.

As ilhas Cayman redigiram a sua constituição em Lei no ano de 2009. Ela afirma que um governador nomeado passa a ser o chefe de Estado e passa a agir em nome do monarca em exercício. As ilhas ainda são representadas pela monarquia britânica — representada atualmente pela rainha Elizabeth II.

A capital das ilhas é George Town e é lá que se encontra o Museu Nacional das Ilhas Cayman. Por meio dele é possível que os visitantes aprendam tudo o que precisam saber sobe as ilhas e as suas histórias.

Em relação à escolaridade, ela é gratuita — e obrigatória — no nível primário. As ilhas ainda contam com três universidades disponíveis para os residentes que expressarem o desejo de cursar a educação superior.

Sobre o autor
Autor da Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!