Índices S&P/B3 Smart-Beta

Última modificação em 29 de Janeiro de 2021 às 04:30

O que são os Índices S&P/B3 Smart-Beta?

Os índices S&P/B3 Smart-Beta são baseado em um acordo firmado entre a Bolsa de Valores brasileira (B3) e a Standard and Poor’s Dow Jones Índices (S&P DJI).

Esse acordo prevê a criação de uma série de índices que mensuram as mais diversas características das ações registradas na B3. Firmada em 2015, essa parceria entre a B3 e a S&P DJI originou um total de cinco índices que ficaram conhecidos como família Smart-Beta.

Essa família de índices tem como objetivo apresentar o desempenho de certos ativos em relação às suas especificidades dentro do mercado brasileiro.

É um indicador importante, pois pode proporcionar ao investidor melhor poder de escolha na hora de decidir onde aplicar sua renda.

Como são compostos os Índices S&P/B3 Smart-Beta?

A família de índices S&P/B3 Smart-Beta é composta por cinco índices: índice de baixa volatilidade, ponderado pelo inverso do risco, qualidade, momento e valor aprimorado.

O índice de baixa volatilidade tem como objetivo apresentar o desempenho de ações que têm a menor volatilidade do mercado.

As ações são selecionadas da seguinte forma: divide-se a quantidade total por 5 e seleciona-se as que fazem parte do quintil mais alto da divisão através de um desvio padrão.

O índice ponderado pelo inverso do risco visa mensurar o desempenho das ações de acordo com a ponderação do inverso da volatilidade das mesmas. A abordagem de inclinação é usada para se expor ao fator de baixa volatilidade.

Já o índice de qualidade seleciona ações que possuem alto nível de qualidade de acordo com critérios de pontuação utilizados internacionalmente. Essa pontuação é baseada no retorno sobre patrimônio líquido, na taxa de acumulação e na alavancagem financeira.

Assim, divide-se o total por quatro e as do quartil mais alto são usadas para compor o índice.

O índice momento, por sua vez, é composto por ações que são persistentes no que se refere ao desempenho relativo, que é dado a partir do preço do momento ajustado pelo risco.

A seleção também é a partir do quartil mais alto da divisão das ações listadas na B3.

Por fim, o índice de valor aprimorado mede o desempenho das ações do quartil mais alto do mercado que têm valorização chamativa. Essa seleção é dada por uma pontuação que considera as seguintes métricas: valor contábil/preço, lucro/preço e valor de venda/preço.

De maneira geral, os índices que formam a família S&P Smart-Beta são compostos por carteiras teóricas de ações que têm melhor desempenho dentro daquilo que cada um deles considera.

São considerados os ativos de diversos setores do mercado brasileiro e esses dados são alterados periodicamente. Sendo assim, não é possível dizer ao certo quais são as ações e os nichos de mercado que compõem cada um deles exatamente.

O que é possível fazer é dar alguns destaques para certos setores, como o setor financeiro e o de utilidade pública.

Onde é possível consultar os índices S&P/B3 Smart-Beta?

Para consultar as atualizações desses índices basta realizar uma pesquisa online pelo nome do mesmo e navegar até a página da B3, que possui as referências para todos os índices que compõem a família Smart-Beta.

É possível também buscar pelo índice Smart-Beta específico através de uma consulta online pelo seu nome.

Essa busca conduz à página da S&P DJI que contém informações atualizadas sobre a composição do índice bem como seu gráfico de evolução, além de outros dados relevantes para o investidor.

É importante ressaltar, contudo, que qualquer aplicação em renda variável não deve se basear apenas em um ou outro índice, mas em conhecimentos sobre o mercado financeiro e sobre seu perfil de investidor.

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo