termos

Índice de Commodities

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:21/07/2021 às 06:34 - Atualizado 3 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O que é índice de commodities?

O índice de commodities é uma ferramenta criada pelo mercado financeiro para permitir o acompanhamento de um segmento específico que, neste caso, é o de mercadorias.

Para entender melhor a dinâmica desse tipo de instrumento, é interessante analisar as duas palavras individualmente. Um índice é um indicador. Isto é, uma forma de medir algo e monitorar o seu desempenho — seja por meio do seu crescimento, seja em função da sua queda.

Geralmente, esse índice é composto de forma apenas teórica, com uma cesta de ativos determinada pela sua própria estrutura. Contudo, oferece um resultado verdadeiro na medida em que a sua variação depende da oscilação de preço dessa cesta que o compõe.

Já as commodities são as mercadorias que podem ser negociadas pelos investidores. É o caso do petróleo, ouro, boi gordo, entre outros que veremos adiante. Portanto, em resumo, o índice de commodities é um indicador para acompanhar esse mercado de produtos.

Como funciona o índice de commodities?

O principal índice desse segmento no Brasil é o ICB, uma sigla para abreviar o Índice de Commodities Brasil. Ele foi criado pela própria empresa gestora da bolsa de valores brasileira que, atualmente, é a B3.

O objetivo dessa ferramenta, conforme adiantamos, é permitir que o investidor ou pessoas interessadas em seguir o desempenho desse mercado possam fazê-lo com maior facilidade.

Para a composição do ICB, apenas commodities podem ser consideradas. Veja a seguir mais exemplos de mercadorias que são negociadas no mercado financeiro e influenciam esse índice:

  • Açúcar
  • Álcool
  • Boi gordo
  • Café
  • Milho
  • Ouro
  • Petróleo
  • Soja

Além disso, nem todas as commodities terão a mesma participação na composição deste indicador. Os principais critérios são a participação em ao menos 80% dos pregões da bolsa de valores e a sua liquidez (isto é, o volume de negociação). Em outras palavras, quanto maior a importância da mercadoria para o Brasil, maior também será o seu peso no ICB.

Qual é a importância do índice de commodities?

O Brasil é um país com grande força exportadora, tendo boa parte do seu desempenho econômico associado às mercadorias que produz internamente para vender ao mercado externo. Desta forma, é de grande importância acompanhar o desempenho deste mercado.

Para o investidor essa é uma grande verdade também. Em primeiro lugar, por representar, em uma média geral, o crescimento dos resultados desse mercado, algo que acaba por influenciar a economia brasileira como um todo. Além disso, algumas empresas são focadas em commodities, sendo uma forma de que ele possa monitorar os seus ativos.

Por exemplo, ao investir na Petrobrás e Vale, esse investidor está exposto a duas commodities que são contempladas pelo ICB: o petróleo e o minério de ferro. Assim, o seu resultado depende do preço de negociação dessas mercadorias.

Eu posso investir no índice de commodities?

Como geralmente acontece, não é possível investir em um índice diretamente. Ao contrário de outros indicadores do mercado financeiro, o ICB não possui um ETF (Exchange Traded Funds) que replique o seu desempenho — como ocorre com o Ibovespa, por exemplo.

Portanto, caso queira investir em commodities, o investidor deve buscar instrumentos que tenham exposição direta ao segmento. É o caso de empresas do setor, como mencionamos no tópico anterior, ou então trabalhar com contratos futuros atrelados a cada mercadoria.

De qualquer forma, é importante mencionar que o índice de commodities traz consigo uma série de mercadorias. Portanto, isso deve ser observado para não tomar qualquer conclusão baseada apenas em um indicador.

Além disso, outro ponto fundamental é que o mercado de commodities é bem sazonal e exposto aos ciclos de oferta e demanda de cada produto. Portanto, é esperada uma certa volatilidade sobre o desempenho do ICB e das empresas do setor.

Sobre o autor
Equipe Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!