Última modificação em 13 de abril de 2021

O que é indexação pura?

A indexação pura é uma estratégia basicamente passiva que tenta acompanhar a relação peso-idade de um índice no dia a dia. Geralmente, ela é tomada pela ideia de não ter um desempenho necessariamente inferior ao índice ao mesmo tempo em que não lida com ele de forma agressiva.

Exclusivamente no mercado financeiro, a indexação pura pode ser utilizada como uma medida estatística para rastrear dados econômicos ou como uma metodologia para agrupar um segmento específico do mercado. Há ainda quem a utilize como uma estratégia de gestão de investimentos para opções passivas.

Uma das desvantagens desse tipo de indexação é que ele pode ser logisticamente mais difícil de ser implantada por conta das mudanças frequentes nas estratégias exigidas. Além disso, pode oferecer retornos menores do que o índice no momento da avaliação e os seus retornos totais dependem muita da taxa de reinvestimento disponível nos fluxos de caixa provisórios.

Como a indexação pura funciona?

O funcionamento da indexação pura gira em torno da sua possibilidade de rastreamento de dados. Os índices criados pelos economistas fornecem alguns dos principais indicadores do mercado que antecipam as tendências econômicas.

Os índices estatísticos também podem ser utilizados como medidores para vincular valores. O Ajuste de Custo de Vida, por exemplo, é um tipo de indexação obtido por meio da análise do Índice de Preços ao Consumidor. Muitos planos de pensão usam esses índices como medidas para ajustes de pagamentos de benefícios de aposentadoria.

É importante lembrar que a indexação pura não é totalmente passiva. Ela muda com o tempo e, embora a escolha do índice seja muito cuidadosa, ele sempre representa uma visão bastante específica do mercado. No esforço de ser representativo, por exemplo, existe uma tendência inevitável de incluir setores que são mais novos em um índice. Essas indústrias tendem a ser negociadas de forma um pouco mais ativa e apresentam taxas de lucro sobre preço mais altas e com mais frequência que indústrias mais estabelecidas.

Algumas das estratégias de indexação pura mais complexas podem querer buscar replicar as participações e os retornos de um índice já customizado. Os fundos de rastreamento dessa categoria já evoluíram ao ponto de ser uma opção de investimento de baixo custo para que seja possível investir em um subconjunto de títulos selecionados. Esses fundos, então, estão essencialmente tentando tirar o melhor de dentro de uma categoria de ações e são baseados em uma variedade de filtros, como dividendos, fundamentos e características de crescimento.

Qual é a relação entre a indexação pura e um investimento passivo?

A indexação pura é conhecida de forma bastante ampla na indústria como uma estratégia de investimentos passiva para conseguir, assim, ter uma exposição direcionada a um segmento de mercado específico. A maioria dos gestores de investimentos ativos normalmente não supera os benchmarks do índice de forma consistente.

Além disso, investir em um segmento-alvo do mercado para conseguir a valorização de um capital ou como um investimento pensado a longo prazo pode ser caro. Isso por conta de todos os custos de negociação que são associados à compra de títulos individuais. A indexação pura, portanto, é uma opção bastante popular.

Ainda falando sobre os investidores, aqueles que apostam nesse tipo de indexação têm altas chances de atingir o mesmo risco e retorno de um índice-alvo investindo em um fundo de índice. A maioria deles conta com taxas de despesas baixas e funciona bem quando é colocado em uma carteira administrada de forma passiva.

Outra característica bastante interessante é que os fundos de índice podem ser construídos ao utilizar ações e títulos individuais para replicar os índices-alvo. Além disso, também podem ser administrados como um fundo que conta com opções mútuas ou que são negociadas em bolsas como suas participações básicas.

Termo do dia

Modelo Multiestágio de Maturidade

O que é Modelo Multiestágio de Maturidade? O Modelo Multiestágio de Maturidade é um referencial para o crescimento organizacional. O termo original é Capability Maturity Model…