Última modificação em 9 de março de 2021

Quem é Gita Gopinath?

Gita Gopinath é uma economista nascida na Índia e primeira mulher a atuar como Economista-Chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), cargo que ocupa desde 2019. Nessa função, atua como Conselheira Econômica do Fundo e, também, como Diretora do Departamento de Pesquisas.

Licenciada do departamento de Economia da Universidade de Harvard para assumir seu cargo atual, Gopinath atua como co-diretora do programa de Finanças Internacionais e, antes disso, trabalhou como Consultora Econômica do Ministro-Chefe de Kerala.

Nascida em uma família indiana de Classe média em Calcutá, Gita tem dupla cidadania — indiana e americana. É casada com Iqbal Singh Dhaliwal, diretor executivo do Poverty Action Lab do Massachussets Institute of Technology. Os dois se conheceram quando eram colegas de classe na Escola de Economia de Dehli.

Em 2011, foi eleita uma Jovem Líder Global no Fórum Econômico Mundial para um mandato de seis anos. No cargo, representou a voz do futuro e a esperança de uma nova geração. Já em 2012, foi eleita como uma das 25 indianas para ficar de olho pela Financial Times. No ano de 2014, foi eleita como uma das melhores economistas com menos de 25 anos. Por fim, em 2019, foi considerada como uma das principais pensadoras globais da atualidade pela revista Foreign Policy.

Como foi o início da vida profissional de Gita Gopinath?

Antes de começar sua vida profissional, Gita Gopinath se formou no Lady Shri Ram College for Women da Dehli University em 1992. Dois anos depois, obteve seu primeiro mestrado em Economia pela Escola de Economia em Dehli. Já em 1996, conseguiu seu segundo mestrado em Economia, dessa vez pela Universidade de Washington.

Em 2001, finalizou seu Ph.D. em Economia na área de Macroeconomia Internacional e Comércio na Universidade de Princeton. Logo depois, ingressou na Booh School of Business da Universidade de Chicago como professora assistente. Em outubro de 2018, foi nomeada como Economista-Chefe do FMI.

Como primeira mulher a ocupar o cargo de Economista-Chefe, Gopinath tomou posse do cargo no início de 2019. Nessa posição, será responsável, entre outras tarefas, por comandar o World Economic Outlook, relatório que é publicado a cada dois anos com detalhes sobre o panorama da economia mundial.

Qual é a relação entre Gita Gopinath e Harvard?

Gopinath é professora de Estudos Internacionais e de Economia na Universidade de Harvard, que faz parte da Ivy League e, por sua influência e história é considerada uma das universidades mais prestigiadas do mundo. Atualmente, a Professora encontra-se em licença do serviço público do Departamento de Economia para trabalhar no FMI.

A pesquisa da Professora Gopinarth se concentra em Finanças Internacionais e Macroeconomia. Ela também é co-editora do Handbook of International Economics e, anteriormente, foi co-editora da American Economic Review, co-diretora do programa International Finance and Macroeconomics do National Bureau of Economic Research e editora-chefe da Review of Economic Studies.

Antes de se tornar professora em Harvard, Gita Gopinath atuou como pesquisadora visitante do Federal Reserve Bank of Boston, além de membro do painel de consultoria econômica do Federal Reserve Bank of New York. É membro eleito da Academia Americana de Artes e Ciências e da Sociedade Econométrica. Recebeu o Pravasi Bharatiya Samman, a honraria mais alta conferida aos indianos estrangeiros pelo governo da Índia como reconhecimento pelo seu trabalho duro.

Quais são as pesquisas e trabalhos publicados de Gita Gopinath?

A pesquisa da Professora Gopinath se concentra em Finanças Internacionais e Macroeconomia. Seu trabalho, muito elogiado, foi publicado nas principais revistas especializadas em economia. Além disso, é autora de vários artigos de pesquisa sobre assuntos como crises financeiras internacionais, taxas de câmbio, política monetária, crises de mercado emergente, comércio e investimentos.

Termo do dia

Ciclo de Vida do Produto (CVP)

O que é o Ciclo de Vida do Produto? Qualquer produto lançado no mercado está sujeito a 4 estágios: Introdução: poucas pessoas compram; Crescimento: mais pessoas…