Última modificação em 4 de março de 2021

O que é GAO?

O GAO (Grau de Alavancagem Operacional) é um múltiplo bastante utilizado que mede o quanto a receita operacional de uma empresa pode mudar em resposta a uma mudança em suas vendas. As instituições que contam com uma boa proporção de custos fixos para custos variáveis costumam apresentar níveis mais elevados de alavancagem operacional.

O índice GAO tem dois objetivos principais. O primeiro é medir a distância que a empresa está do seu Ponto de Equilíbrio e o segundo, como dito acima, é auxiliar na medição dos desvios nos lucros em razão de qualquer mudança nas vendas. Ele é dado pela variação percentual no lucro operacional (o EBITDA) dividido pela variação percentual da receita.

Como o GAO funciona?

Quanto maior for o grau de alavancagem operacional, mais sensível o lucro da empresa antes de juros e impostos às mudanças nas vendas se torna — isso se assumirmos que todas as outras variáveis permaneçam constantes. O índice do GAO, então, ajuda os analistas na determinação de qual será o impacto de qualquer mudança nas vendas sobre os lucros de um negócio.

O grau de alavancagem operacional mede os custos fixos de uma empresa como uma porcentagem dos seus custos totais. Sendo assim, é utilizado para avaliar o ponto de equilíbrio desse negócio, que ocorre quando as vendas são altas o suficiente para pagar por todos os lucros e o lucro é igual a zero.

Uma empresa com alta alavancagem operacional tem uma proporção grande de custos fixos. Isso significa que um aumento considerável nas vendas pode levar a mudanças exageradas nos lucros. Já quando há uma baixa alavancagem operacional, o negócio tem uma grande proporção de custos variáveis — o que quer dizer que os lucros passam a ser menores em cada venda, mas não precisa, necessariamente, aumentar tanto as vendas para conseguir cobrir os custos fixos mais baixos.

Como é feito o cálculo do GAO?

Para calcular o GAO da forma correta, é preciso que a empresa esteja atenta às informações contábeis e financeiras do negócio. Os principais dados que precisam dessa atenção redobrada são a Variação Percentual nas Vendas (VPV) e o Lucro Operacional (LO). Sendo assim, a fórmula desse índice é constituída da seguinte maneira:

GAO = variação % no lucro operacional / variação % nas vendas

Sendo assim, os tipos de Alavancagem Operacional podem ser:

Qual seria um exemplo prático do GAO?

Vamos supor que uma empresa venda R$ 20 mil por mês e tenha, com isso, um lucro operacional de R$ 8 mil. Em determinado período, no entanto, ela decide adquirir novos recursos e consegue ampliar as suas vendas para R$ 30 mil. Só que, ao mesmo tempo, seu lucro operacional foi reduzido para R$ 5 mil.

O cálculo do GAO, nesse caso, será baseado nas variações nas vendas e no lucro. Para chegar ao resultado, será preciso fazer alguns cálculos:

Variação no Lucro Operacional = 5 mil - 8 mil / 5 mil

O resultado seria – 0,6 ou – 60%

Variação nas vendas = 30 mil - 20 mil / 30.000

Como resultado, teríamos 0,33 ou 33%

Nesse caso, o GAO seria 0,6 / 0,33 = 1,8. A conclusão é que, por conta de uma alavancagem malfeita, houve um aumento dos custos e das despesas operacionais. Por esse motivo, é preciso entender muito bem qual é a situação atual da operação para aplicar corretamente o cálculo e conseguir encontrar nesse índice uma forma de alavancar os resultados.

Termo do dia

Economia compartilhada

O que é Economia Compartilhada? A economia compartilhada é um conceito que faz parte do dia a dia da maioria das pessoas no Brasil e no…