Última modificação em 16 de março de 2021

O que é FRM?

Financial Risk Manager, também conhecido apenas pelas iniciais FRM, é uma certificação profissional atribuída via curso para alguns profissionais do mercado financeiro, em especial para aqueles que trabalham com o gerenciamento de riscos.

Vale lembrar que a atuação deste tipo de profissional exige um conhecimento que vai muito além do técnico sobre finanças. É preciso, afinal, entender de economia, de aspectos comportamentais humanos, entre outras habilidades. E, claro, apresentar capacidade de síntese desses fatores para uma boa análise de risco.

Sendo assim, em busca de aprimorar suas habilidades, um profissional que atua ou desejar atuar na área de riscos pode buscar a certificação Financial Risk Manager. É o caso de cargos como Chief Risk Officer ou Investment Risk Manager nas instituições financeiras ou instituições públicas.

Como funciona o FRM?

A certificação do FRM é gerenciada por uma importante entidade global: a Global Association of Risk Professionals (GARP). A empresa estadunidense é responsável por organizar as diretrizes do treinamento que tem uma padronização internacional.

O profissional que desejar a formação Financial Risk Manager deve realizar antes uma prova que é dividida em duas etapas:

Após a realização das duas etapas da prova, o candidato recebe a sua nota, um comparativo com o seu desempenho diante dos demais candidatos e, finalmente, o resultado final que pode ser pass (aprovado) ou fail (reprovado).

Além disso, é necessário arcar com os custos de inscrição. Como o exame é internacional, o valor a pagar é em dólares, algo que pode dificultar a participação dos candidatos brasileiros pelo alto custo.

Como estudar para o FRM?

Como vimos, a prova da certificação FRM é bastante desafiadora. Assim, é extremamente importante que o candidato se prepare para a avaliação. Vale lembrar que é um teste em inglês e, naturalmente, exige primeiramente o domínio de língua estrangeira.

Em termos técnicos, a preparação pode ser realizada pela FK Partners. A instituição é focada no tema e oferece um curso especializado para a avaliação do Financial Risk Manager.

Outro ponto importante é que a prova é bastante exigente com seus participantes. Desta forma, é preciso estar focado para estudar bastante. Se não há disponibilidade de tempo, o ideal é deixar para outro momento a certificação.

O que faz um gestor de risco?

Gostou da ideia de realizar a certificação FRM, mas ainda não sabe se essa é uma carreira para você? Pois bem, vamos falar então sobre o que faz um gestor de risco, que é o cargo principal da categoria.

Em primeiro lugar, ele é responsável por calcular os riscos e, consequentemente, encontrar boas oportunidades no mercado financeiro pensando na potencial perda que as operações podem trazer.

Ademais, não são apenas as instituições financeiras que precisam de um Risk Manager. Empresas privadas e até mesmo o governo são outros exemplos de atividades que demandam esse tipo de avaliação periodicamente na sua tomada de decisão.

Outro ponto essencial é a adesão do perfil profissional. Um gestor de risco está constantemente sob pressão. Além disso, precisa ter uma excelente capacidade de observação para análises pertinentes a cada cenário enfrentado.

Termo do dia

Tesouro Selic

O que é Tesouro Selic? Entre as aplicações disponíveis no Tesouro Direto, o Tesouro Selic é uma das opções indicadas para quem está começando a investir…