Logo Mais Retorno
termos

fly to quality

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:11/07/2022 às 09:16 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:

O que é fly to quality?

Fly to quality é um fenômeno que acontece quando os investidores começam a mudar sua alocação de ativos de investimentos mais arriscados para outros mais seguros — como para títulos ou opções out of stock. A incerteza nos mercados financeiros locais ou internacionais geralmente causa esse comportamento de manada.

Em outros momentos, no entanto, o movimento pode ser um exemplo de indivíduos ou grupos menores de investidores que cortam os investimentos mais voláteis para os conservadores. Durante um mercado em baixa, por exemplo, os investidores geralmente transferem seu dinheiro para um fundo no mercado monetário.

Muitos investidores monitoram a diminuição dos rendimentos dos títulos como uma métrica para condições econômicas mais desafiadoras — o que pode incluir estagnação do crescimento econômico e até mesmo uma recessão. À medida que as taxas de juros aumentam, os preços dos títulos também tendem a cair.

Como o fly to quality funciona?

Qualquer acontecimento que aumente a incerteza nos mercados pode causar uma fly to quality. Escândalos corporativos, crescimento econômico mais lento, guerras, aumento do preço do petróleo e outros fatores podem convencer os investidores de que os mercados estão prestes a desacelerar — ou até a cair.

Se nos últimos meses, por exemplo, surgiram muitas notícias negativas sobre a economia doméstica, muitos investidores podem vender suas ações de crescimento mais arriscado — geralmente com altas avaliações — e investir na compra de títulos do Tesouro seguros. Tudo isso para evitar a perda total de capital.

Embora uma fly to quality possa afetar todos os setores de investimento, ela só pode acontecer em apenas um setor de mercado, como no mercado de títulos — onde os investidores venderiam junk bonds e investiriam em títulos do Tesouro ou em títulos corporativos de alto grau. Outra possibilidade é que ela aconteça no mercado de ações, em situações que os investidores vendem as suas ações de crescimento mais agressivo e compram ações blue-chip mais seguras.

Também pode acontecer uma fly to quality internacional. Nesse caso, os investidores vendem seus investimentos em um país estrangeiro considerado como arriscado e reinvestem em um país que seja mais seguro.

Porque o fly to quality é importante?

Dois instrumentos recebem bastante atenção durante um fly to quality: títulos do Tesouro e ações blue-chip. Muitas vezes, os investidores fogem para o segundo instrumento porque geralmente geram bons lucros — mesmo em tempos econômicos mais fracos. Essas ações até podem oferecer retornos mais baixos a longo prazo, mas compensam com menos risco de perda.

Os títulos do Tesouro também costumam receber investimentos significativos quando acontece uma fly to quality. Isso acontece porque eles geralmente são considerados ativos livres de risco e, assim, a queda dramática nos rendimentos devido a um grande aumento na demanda por eles é uma maneira de saber se ocorreu uma fly to quality.

Quais são as alternativas para o fly to quality?

Além de transferir fundos de ações de crescimento, usar os mercados internacionais e outros investimentos de capital de maior risco — e maior recompensa — para títulos do governo, os investidores podem optar por diversificar seus ativos com reservas de caixa. Esses investimentos podem ser convertidos em dinheiro prontamente e incluem contas bancárias, títulos negociáveis, letras do Tesouro e papel comercial.

Essas opções têm liquidez e não estão sujeitas a flutuações de valor tão significativas. Porém, isso significa que os investidores não devem esperar que o valor de quaisquer equivalentes de caixa mude significantemente antes do resgate ou vencimento.

Além disso, quando os mercados sofrem uma queda ou parecem estar em uma, os investidores também têm a opção de transferir seus ativos para o ouro. Em relação à essa escolha, os críticos argumentam que é uma mudança tola e que o ouro não tem mais o valor que já teve devido à diminuição da demanda industrial. Ao mesmo tempo, os proponentes apontam que ele pode ser útil durante os períodos de hiperinflação, já que pode manter o seu poder de compra muito melhor que o papel-moeda.

Sobre o autor
Autor da Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter