Última modificação em 14 de maio de 2021

O que são Existing Home Sales?

As Existing Home Sales - ou Vendas de Imóveis Existentes, em Português - representam dados coletados nos Estados Unidos pela National Association of Realtors (NAR), com objetivo de identificar a preferência da população por construir sua própria moradia, ou comprar imóveis já existentes no país.

Fundada em 1908, a NAR é a organização oficial dos agentes imobiliários estadunidenses. Através da Associação, os administradores, avaliadores, conselheiros e corretores de imóveis são respaldados integralmente em suas operação, além de contarem com uma série de benefícios e ferramentas valiosas.

Os dados sobre Existing Home Sales são levantados mensalmente pela NAR e contabilizados pelo US Census Bureau, agência Federal dos Estados Unidos que conduz pesquisas de censo nacional - similar ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aqui do Brasil.

A maioria dos imóveis existentes disponíveis para venda são de caráter residencial, como casas, apartamentos em condomínios fechados e espaços cooperativos, onde pessoas colaboram mensalmente para que unidades habitacionais possam ser mantidas.

Dados apresentados pelo US Census Bureau indicam que, até o ano de 2020, 25% dos imóveis foram vendidos assim que a construção foi finalizada, enquanto os 75% restantes estavam divididos entre imóveis já existente e construções não iniciadas.

Qual é a importância do controle sobre Existing Home Sales?

A importância de se ter controle sobre a venda de imóveis existente está relacionada diretamente ao principal critério utilizado pelo população, quando há interesse de compra por alguma residência: taxas de juros e possíveis tributações.

As vantagens e desvantagens que um cidadão estadunidense pode enxergar ao comprar um imóvel, também é observada pelo Estado em que a construção está, será ou foi realizada recentemente.

Por que comprar um imóvel já existente?

O primeiro ponto aqui, sem dúvida, é o preço do imóvel.

Espera-se que uma residência seja construída e projetada para durar muito tempo, certo? Entretanto, nós sabemos que algumas avarias internas ou externas podem acontecer, seja por influência climática ou mal uso - como rachaduras, infiltração, pintura danificada, problemas com encanamento, eletricidade e assim por diante.

Dessa forma, o imóvel passa a valer menos ao longo dos anos, considerando a precariedade do empreendimento ou excessivas reformas capazes de desconfigurar o projeto original. É possível encontrar residências com preços abaixo da tabela e, ainda, negociáveis.

O segundo ponto bastante avaliado é a localização dos imóveis já existentes, pois normalmente são próximos a grandes centros comerciais, escolas, linhas de transporte, rodovias, empresas, supermercados e demais estabelecimentos do nosso cotidiano.

Considerando a junção desses dois pontos, os cidadãos dos EUA escolhem pagar tributações mais baratas por conta do baixo valor do imóvel, mas que podem ser compensadas pela valorização da região em que ele estiver localizado.

Por que construir o próprio imóvel?

A razão principal pela qual muitas pessoas optam por construírem suas residências, está na possibilidade do imóvel ser iniciado com base em novos recursos, materiais e tecnologia, além da arquitetura ser projetada de acordo com as particularidades e preferências do proprietário.

Isso significa que a residência poderá ser do jeito que o dono quiser, sem contar na modernidade dos recursos de construção envolvidos. Entretanto, esses fatores deixam o projeto muito mais caro em comparação a compra de um imóvel já existente.

Falando sobre localização, é possível que bons terrenos estejam disponíveis próximos a grandes centros comerciais, sim, mas normalmente ficam mais afastados. Isso faz com que o proprietário tenha menos custo devido a "desvalorização" da região.

De qualquer forma, os Estados dos EUA saem ganhando através das tributações envolvidas da compra de um empreendimento. O controle das Existing Home Sales acaba sendo um demonstrador de onde o lucro é maior, além de auxiliar na avaliação de outros fatores econômicos.

Termo do dia

Black & Scholes

O que é Black & Scholes Os economistas Fischer Black e Myron Scholes foram os responsáveis pelo modelo de precificação de opções conhecido como Black &…