Logo Mais Retorno
termos

Escritura de Imóveis

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:18/04/2019 às 16:46 -
Atualizado 3 anos atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O que é a escritura de imóveis?

A escritura é definida como a representação escrita de um ato jurídico. Na prática (e no que tange aos imóveis), a escritura é o documento que concede ao comprador o direito de posse e uso de um novo imóvel.

Perceba que ela não engloba a titularidade do bem, que somente é efetivada com o registro (outro tipo de documentação).

Para que serve a escritura de imóveis?

Você sabe o porquê da escritura ser tão importante dentro do processo de compra e venda de imóvel?

Isso acontece porque, caso essa transferência seja feita apenas via contrato de promessa, o vendedor pode vender o mesmo imóvel para várias pessoas diferentes - configurando um golpe.

Para se firmar como o proprietário legal, é necessário a realização da escritura e registro, que só podem ser realizados uma única vez e te protegem juridicamente.

Qual é a documentação necessária para a escrituração de um imóvel?

Entre os documentos necessários para a realização da escritura de imóveis estão:

Documentos pessoais - RG, CPF, certidão de casamento, comprovante de Residência e CTPS.

Documentos do imóvel - Certidão atualizada do imóvel e certidão fornecido pela Prefeitura para quitação do ITBI.

Para saber mais sobre esse tipo de documento, leia o artigo completo que preparamos acerca da escritura, onde explicamos melhor o seu funcionamento, tipos e importância em diversas áreas. Para acessá-lo, clique aqui.

Sobre o autor
Autor da Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!