Última modificação em 16 de abril de 2021

O que é DPA – Dividendo por Ação

O DPA - Dividendo por Ação - é um tipo de indicador econômico. Como o próprio nome sugere, ele é capaz de demonstrar quanto uma empresa pagou de dividendo por ação aos seus acionistas num determinado período de tempo.

Para que você consiga compreender o assunto, é importante ter conhecimento sobre o que são dividendos e como esse universo funciona!

O dividendo é caracterizado pela distribuição obrigatória de parte do lucro de uma empresa aos seus acionistas, ou seja, aqueles que compraram ações da companhia na Bolsa de Valores (B3) e, assim, investiram seu capital nela.

Com isso, vale esclarecer que apenas as empresas listadas na B3 são obrigadas a pagar dividendos, sendo num valor mínimo de 25% dos lucros anuais e máximo de 100%. Entretanto, não é vantajoso que uma companhia destine 100% dos lucros ao pagamento de dividendos.

Isso porque o lucro da empresa também precisa ser utilizado para reinvestimentos em si mesma (CAPEX), através da compra de novas máquinas, modificação na estrutura, expansão de unidades, compra de franquias... Tudo aquilo que faça-a crescer e obter mais lucro ainda no futuro.

Ah! Há um detalhe importante a ser mencionado: dentre as ações ordinárias e as ações preferenciais, apenas o segundo tipo possui pagamento de dividendos. A Lei Nº 6.404 de 1976 nos dá a definição sobre cada uma delas:

"Art. 16. As ações ordinárias de companhia fechada poderão ser de classes diversas, em função de:

I - conversibilidade em ações preferenciais;

II - exigência de nacionalidade brasileira do acionista; ou

III - direito de voto em separado para o preenchimento de determinados cargos de órgãos administrativos."

"Art. 17. As ações preferenciais ou vantagens das ações preferenciais podem consistir:

I - em prioridade na distribuição de dividendo, fixo ou mínimo;

II - em prioridade no reembolso do capital, com prêmio ou sem ele; ou

III - na acumulação das preferências e vantagens de que tratam os incisos I e II."

Temos artigos específicos sobre cada uma das modalidades, vale a pena dar uma olhada!

Como funciona o DPA - Dividendo por Ação?

É possível que um investidor identifique as melhores empresas pagadoras de dividendo por ação através de indicadores específicos, tais como Dividend Yield, Dividend Payou, PL, PVPA, ROI, ROIC, EV/EBIT e muitos outros, incluindo o DPA.

Cada um desses indicadores devem ser analisados em conjunto. Por mais que apresentem finalidades diferentes, é arriscado tomar qualquer decisão com base em uma única evidencia - ou, com base em uma única "face" da empresa.

O resultado do DPA, mais especificamente, pode ser encontrado a partir de um cálculo muito simples: a soma dos dividendos pagos ao longo de um período deve ser divida pela quantidade de ações que estiveram em circulação no mesmo período.

Assim, o Dividendo por Ação é representado por D / A. Com o resultado obtido é possível saber exatamente quanto uma empresa pagou por ação aos seus investidores - quanto mais títulos um acionista possuir, considerando um DPA elevado, maiores serão seus lucros com o rendimento anual da companhia.

Assim como é um indicador útil aos investidores, também é um indicador útil a própria companhia listada na Bolsa de Valores.

Isso porque, se a empresa consegue pagar um alto valor de Dividendo por Ação aos seus acionistas e ainda assim investir em melhorias para si mesma, significa que a gestão de negócios realmente está indo bem! Do contrário, se o DPA for bom e o CAPEX for ruim, indicará alguma falha ao longo de todo processo.

De fato, o DPA é um indicador que, ao ser analisado corretamente, pode trazer benefícios para ambos os lados - investidor e empresa.

Termo do dia

Mercado de Crédito

O que é mercado de crédito? O mercado de crédito é parte integrante do Sistema Financeiro Nacional, composto ainda pelos mercados de câmbio (moeda), capitais (valores…