Curva de valor

Última modificação em 20 de Julho de 2021 às 10:25

O que é curva de valor?

Curva de valor, ou Matriz de Avaliação de Valor, é uma representação gráfica do desempenho de uma empresa, considerando a influência da concorrência no mercado em que ela opera.

Essa ferramenta foi conceituada na obra “A Estratégia do Oceano Azul”, de W. Chan Kim, professor de Estratégia e Gestão Internacional, e Renée Mauborgne, economista americana e também professora dessa mesma disciplina.

Como traçar a curva de valor de uma empresa?

O livro, resumidamente, ensina empreendedores a conduzirem seus negócios em novos nichos de mercado com a maior rentabilidade possível e menor desgaste com concorrência — semelhante a navegar em um oceano azul e calmo.

Na prática, a curva de valor pode ser representada por meio de uma planilha no Excel. 

Preencha as colunas com atributos buscados pelos clientes na procura por um produto ou serviço, por exemplo: preço, localização, inovação, personalização, atendimento, entre outros.

Nas linhas, coloque uma escala de pontuação.

Com isso, você terá uma noção de como está a sua curva de valor atual. 

Adicionalmente, preencha os mesmos dados com as informações dos seus concorrentes e tenha um panorama da sua posição no mercado.

A seguir, os autores do livro recomendam se guiar com perguntas como as que você verá a seguir, para traçar uma nova curva de valor que reflita em mais destaque no mercado:

  • Que atributos considerados normais, para o mercado, podem ser eliminados? Exemplo: atraso na entrega.
  • Que atributos podem ser reduzidos bem abaixo do padrão encontrado no mercado? Exemplo: baixa qualidade do produto.
  • Que atributos podem ser elevados muito acima do padrão do mercado? Exemplo: personalização.
  • Que atributos, ainda não existentes no mercado, poderiam ser criados por você? Exemplo: digitalização de algum processo oneroso. 

Vamos a um caso hipotético. Pense em uma ótica. 

Para alcançar o oceano azul, ela pode focar em entregar um óculos de alta qualidade, de forma ágil e com alto grau de personalização — incluindo alguma experiência com a Internet, por exemplo.

Quais os benefícios de criar a curva de valor de um negócio?

Conhecendo os princípios da elaboração da curva de valor, fica fácil entender o que ela pode proporcionar de vantagens. Veja:

  • Eliminar características do produto ou serviço que já são amplamente utilizados pelos concorrentes e não influenciam na decisão de compra dos clientes;
  • Reduzir o investimento em elementos que não são de utilidade para os stakeholders;
  • Entender melhor o que o público-alvo procura;
  • Criar diferenciais relevantes no segmento de atuação;
  • Conhecer melhor e de forma mais sistemática os produtos ou serviços dos concorrentes;
  • Descobrir as tendências do mercado e selecionar as que são relevantes para a clientela. 

Quais empresas da Bolsa têm o maior potencial de curva de valor?

Já pensou em investir, de uma vez só, nas empresas mais inovadoras da Bolsa? 

O Índice de Inovação Itaú BBA possibilita isso. São 15 empresas com alto potencial de curva de valor, como Totvs, Magazine Luiza, B2W e Natura.

Os estrategistas, ao montarem o índice, em 2020, priorizaram a performance e a valorização dos ativos — a partir do ano de 2017. A lista é atualizada duas vezes por ano e as empresas compõem R$ 765 bilhões ou 18,4% da capitalização total da B3.

Paralelo a isso, a Itaú Asset também criou o ETF (Exchange Traded Fund) It Now S&P Kensho Moonshots ou SHOT11, com as 50 empresas mais inovadoras dos EUA. 

Ele replica o benchmark Kensho Moonshots e as companhias com maior peso são: Microvision, Vuzix e The ExOne Company. A maioria das organizações são do setor de saúde, comunicação e tecnologia.

Dessa forma, não é difícil encontrar empresas com alta curva de valor, aqui ou lá fora. Melhor ainda: é possível investir em todas elas, sob os cuidados de um gestor de investimentos

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo