Última modificação em 20 de abril de 2021

O que é Contribuição de Duration?

A Contribuição de Duration é uma característica verificada nos títulos de renda fixa. Esses ativos, afinal, geralmente possuem um prazo de vencimento que permitem a aplicação desse conceito.

No entanto, para que você possa compreender a Contribuição de Duration, é essencial também entender o que é Duration, esse termo tão empregado para os investimentos em títulos.

O que é Duration?

Um título de renda fixa, ao contrário do que pensa boa parte dos investidores, não é estático. Sim, é verdade que temos uma previsibilidade dos rendimentos ao aguardar o vencimento, mas muitos deles possuem negociação diária.

Em outras palavras, isso significa que um título de renda fixa também pode apresentar oscilações em relação ao seu preço. Isso acontece especialmente quando há alguma relação com a taxa de juros do Brasil — a qual, como sabemos, é ajustada periodicamente pelo Banco Central.

Neste contexto é que surgiu a Duration de um título, que consiste na avaliação do tempo médio que você demora para receber o retorno de um investimento, considerando tanto o montante inicial, como também o pagamento dos juros.

É claro que, em títulos sem liquidez, a Duration acaba sendo o próprio prazo de vencimento. No entanto, quando há pagamento semestral (cupom), esse "prazo médio de recebimento" acaba se alterando de forma ponderada.

Como funciona a Contribuição de Duration?

A Duration, portanto, é uma propriedade temporal sobre um investimento de renda fixa. Só que elas nos traz mais do que isso: um cenário completo sobre a análise do risco do ativo.

E por que o risco está contemplado? Pois, como sabemos, quanto maior o prazo médio de um investimento, maiores as incertezas envolvidas. É muito mais fácil projetar o cenário econômico de um ano do que em dez anos.

É neste cenário que entra a Contribuição de Duration, que nada mais é do que uma forma de gestão de um portfólio de modo a equilibrar risco e retorno dos investimentos. Quanto maior o prazo médio da carteira, portanto, maiores os riscos. Consequentemente, também pode ser maior o retorno do capital utilizado na operação financeira.

Esse acréscimo de rentabilidade em função de assumir maiores prazos de vencimento é que permite, por exemplo, que um fundo entregue resultados acima da média. E o que justifica esse desempenho é justamente a Contribuição de Duration.

A Contribuição de Duration é sempre lucrativa?

Essa estratégia de melhorar a rentabilidade média de uma carteira usando de vencimentos mais longos pode enganar um pouco a percepção de risco dos investidores iniciantes.

Isso acontece porque, como vimos, a maior duração de um portfólio também aumenta as incertezas do título. É claro que, uma vez que o cenário econômico seja preservado, esse pode ser um ótimo negócio, pois as taxas de juros englobam um prêmio para esse risco (Contribuição de Duration).

Contudo, nada garante que o ambiente econômico brasileiro não se deteriore ao longo do prazo de vencimento. E, neste cenário, talvez você tenha taxas inferiores ao que o mercado passe a praticar. Portanto, o risco sempre deve ser monitorado pelo investidor.

Eu preciso calcular a Contribuição de Duration?

Outra dúvida muito comum sobre esse assunto está no cálculo da Contribuição de Duration de um título. A fórmula, como você deve imaginar, não é das mais simples. No entanto, isso não é um problema: a B3 disponibiliza uma calculadora digital para investidores.

Assim, sempre que você precisar avaliar o risco de títulos de renda fixa (em especial aqueles que oferecem pagamento de cupom), use a ferramenta ao invés do cálculo manual. Essa é uma forma automática e simplificada para acompanhar e avaliar o mercado de renda fixa.

Termo do dia

Mercado Comum

O tema do Mercado Comum é muito importante para entender a dinâmica econômica no mundo globalizado. Saiba mais!