Cash and Carry

Última modificação em 13 de Novembro de 2020 às 12:25

O que é Cash and Carry?

Cash and carry (C&C) é uma operação estruturada de arbitragem, que se trata de uma estratégia de compra e venda de um ativo, com o ganho sobre a diferença de preço desse ativo entre o mercado à vista e o mercado futuro.

No C&C por financiamento, o investidor faz uma compra no mercado à vista e vende no mercado futuro, por um preço maior e, assim, obtém lucro nessa operação.

Já no cash and carry por reversão faz-se a combinação de uma posição vendida de uma ação ou um índice com uma posição comprada no mercado futuro. A intenção é vender um ativo mais caro no mercado à vista para adquiri-lo por valores mais baixos no futuro.

Como funciona o Cash and Carry?

Você é vendedor e comprador, ao mesmo tempo.

Então, por exemplo, se o trader encontra um ativo referente ao petróleo cujo valor à vista é R$ 100 e, no futuro, será R$ 150, ele compra, vende e ganha em torno de R$ 50 de lucro, descontando o custo operacional que, costumeiramente, é bem baixo.

Esse processo é a arbitragem à vista contra a prazo, mas há também a:

  • Arbitragem cambial: quando a operação envolve o câmbio de moeda em bolsas diferentes. A lógica é lucrar com essas diferenças de preços das moedas nos intervalos curtos de tempo;
  • Variação de bolsa: neste caso, há compra e venda do mesmo ativo também em duas bolsas de valores diferentes (como a B3 e a NYSE), em que o investidor busca a mesma diferença nos preços.

Há duas desvantagens no cash and carry: exige muita atenção, já que os algoritmos corrigem os preços rapidamente e as taxas de manutenção correm o risco de aumentar prejudicando o lucro por trás da compra e venda.

Porém, a abordagem possui benefícios como:

  • É considerada relativamente segura.
  • É uma boa forma de tirar vantagem de commodities como café, suco de laranja, trigo e boi gordo.
  • Tem baixos riscos, já que você tem o conhecimento do valor do ativo no futuro.
  • Oferece a opção de operar com o S&P 500 e o Ibovespa simultaneamente.
  • É uma estratégia conhecida e bem consolidada.
  • Capaz de disponibilizar o lucro em curto prazo.
  • Contribui com o equilíbrio de preços no mercado financeiro.
  • Além das commodities agrícolas, é vantajoso para o setor ambiental e mineral do país — o que contribui para o seu desenvolvimento.

Existe cash and carry no mercado a termo ou de opções?

Vamos recapitular: existe o mercado à vista e o mercado a prazo.

No mercado à vista, o dinheiro do comprador das ações sai da sua corretora, cumpre os processos de custódia e liquidação e, então, é liberado para o vendedor. O processamento é concluído e o comprador se torna o novo dono das ações.

Já o a prazo se divide em: mercado a termo, de opções e futuro, que já foi explorado neste texto.

O a termo funciona similarmente a uma compra a prazo e com juros porque, além de pagar um valor já acordado por aquele ativo, o comprador se compromete a pagar um valor extra (em juros).

Por fim, no mercado de opções, a parte compradora ou vendedora no contrato possui a opção de não concretizar o acordo. Mas no caso do comprador, ele deve realizar o pagamento de uma garantia equivalente a uma pequena parte do valor do contrato.

Como o cash and carry tem uma lógica mais parecida ao dos investimentos em renda fixa, ele não é compatível com o mercado a termo devido aos “juros” e nem ao de opções devido à possibilidade de desistência.

Câmara de Arbitragem

Câmara de Arbitragem

O que é Câmara de Arbitragem Uma Câmara de Arbitragem é um órgão privado voltado à resolução extrajudicial de conflitos. Em outras palavras, ele se dedica...

  CONTINUAR LENDO

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo