Última modificação em 4 de dezembro de 2020

O que é Bull Trap?

Bull trap é uma expressão em Inglês que pode ser traduzida e compreendida literalmente. Sendo assim, a expressão “bull trap” significa “armadilha para touros”.

No mercado de ações, há dois tipos de estratégias para lucrar e, portanto, dois tipos de investidores diferentes.

Há os investidores do tipo urso (bear), que se beneficiam de tendências de queda nos índices ou ações; e há os do tipo touro (bull) que se beneficiam de tendências de alta. 

Assim, uma bull trap é uma armadilha para touros. Isto é, ela faz com que os investidores bulls acreditem que o mercado está em movimento de alta, o que os leva a adquirir altos volumes de papéis com a perspectiva de obter lucro.

Falamos que essa tendência é uma armadilha em virtude de algumas características que podem ser percebidas no movimentos de índices e ações.

Em geral, a bull trap ocorre quando, após uma queda expressiva, o mercado sofre com uma recuperação igualmente expressiva.

Essa reação positiva após um período de baixas, faz com que os bulls acreditem na tendência de alta e passem a adquirir ações, ainda que não haja certeza sobre tal tendência e que, pouco tempo depois, o mercado volte à baixa.

Como a Bull Trap funciona?

Uma coisa importante que deve-se saber sobre uma bull trap é que para identificá-la é preciso estar minimamente familiarizado com a análise técnica de ações.

Isso porque o investidor que atua na bolsa deve ser capaz de observar topos e fundos de gráficos, sejam eles de cotação de ações ou de variação de índices, bem como identificar seus níveis de resistência.

Como dissemos anteriormente, uma bull trap comumente ocorre quando há uma recuperação expressiva no valor de uma ação ou índice.

Essa recuperação, em muitos casos, é superior ao nível de resistência do topo de um gráfico. Ou seja, sua alta supera valores históricos que vêm sendo analisados pelo investidor.

Tal superação normalmente é seguida por uma queda e o bull que compra um grande volume de ações nesse momento de euforia termina por ver a desvalorização de suas ações em um curto espaço de tempo.

Neste momento você deve estar se perguntando se há algum modo de não cair em uma armadilha de touros. E a resposta é: sim! Uma vez que você tem o conhecimento sobre os gráficos e sobre o que é uma bull trap, será capaz de evitar uma.

Como evitar uma Bull Trap?

Apesar de nós sempre buscarmos racionalizar o investimento em ações a partir de dados e técnicas, muitas vezes ficamos reféns de nossas emoções, em especial, da euforia.

Para um investidor bull, o momento de recuperação de um índice ou papel que ultrapassa seu nível de resistência causa grande euforia e isso pode levá-lo a cair em uma bull trap.

Contudo, é possível evitar que isso aconteça recorrendo à análise técnica de ações.

Uma das formas de evitar isso é observar qual será o comportamento do gráfico após o rompimento do nível em busca de uma confirmação da tendência de alta:

Se ele se manter mais ou menos acima do topo de resistência durante algum tempo após essa alta extraordinária, então esse é um sinal objetivo de que a tendência é de fato de alta e não apenas uma bull trap.

É evidente que as coisas não são assim tão simples na prática, pois “análise técnica” é um termo que envolve uma série de técnicas de leitura e interpretação não apenas de gráficos, mas de outros dados importantes.

Por isso, o ideal mesmo é sempre acompanhar o histórico dos índices e das ações de modo a ter conhecimento necessário para escapar de armadilhas. É somente com prática e conhecimento que pode-se evitar as bull traps.

Uma outra boa alternativa, em especial para quem não é experiente, é lançar mão de ordens de stop-loss. Essas ordens podem evitar ações guiadas pela euforia.

Termo do dia

Risco Operacional

O que é Risco Operacional? O risco operacional engloba todas as possíveis falhas internas de organizações ou investimentos capazes de gerar algum prejuízo. Você já notou…