Última modificação em 22 de julho de 2021

O que é avaliação 90 graus?

A avaliação 90 graus é um modelo de avaliação em que o supervisor direto faz a avaliação do colaborador. Nela, indica as suas impressões sobre pontos como competências comportamentais, técnicas, metas atingidas, qualidade do trabalho realizado e muitas outras. É considerada como um dos métodos avaliativos mais tradicionais das empresas no Brasil.

Para alcançar um resultado efetivo, entretanto, é necessário dedicar bastante atenção aos indicadores que são utilizados. Critérios pessoais ou problemas de relacionamento com o profissional a ser avaliado, por exemplo, não podem interferir no julgamento do responsável por fazer a análise. É fundamental, então, que todo o processo seja realizado de maneira honesta e com indicadores bastante claros.

Como a avaliação 90 graus funciona?

Em uma avaliação 90 graus, como o contato é direto, o gestor já conhece todos os profissionais que passarão por sua avaliação e, assim, consegue identificar seus pontos fracos e fortes com maior facilidade. Dessa forma, todo o processo se torna mais assertivo e o responsável pode ajudar todos os colaboradores com suas dificuldades ao direcioná-los a tomar as melhores atitudes para lidar melhor diante de cada situação que surgir.

Com base nas informações coletadas, então, o gestor saberá exatamente como deve agir e o que deve fazer para deixar a equipe mais motivada. Esses resultados também são repassados para o setor de Recursos Humanos, que consegue identificar se existem colaboradores que não têm o perfil da empresa ou que não se adaptaram aos outros profissionais da equipe.

Como uma avaliação 90 graus é feita?

Antes mesmo de começar o processo de avaliação 90 graus, o gestor e o RH definem quais serão os critérios de avaliação, assim como a pontualidade, responsabilidades e outros pontos. Esses critérios devem estar ligados aos objetivos e valores da empresa, assim como precisam receber uma pontuação —que pode variar em uma escala de 0 a 10 ou de 0 a 5.

Outro ponto que é preciso ser considerado é a periodicidade com que a avaliação será aplicada. Ela costuma ser realizada a cada 12 meses, mas a frequência pode ser diferente, já que ela está relacionada a determinados projetos que são executados ou à necessidade de verificar o desempenho dos profissionais. É o gestor que deve avaliar a melhor forma de acompanhar esse comportamento.

Depois que as informações dos colaboradores são coletadas, a avaliação deverá ser discutida com o próprio profissional que foi avaliado. É preciso dar um feedback a ele sobre os pontos relevantes do processo e ressaltar as suas características positivas, assim como o que precisa ser melhorado para que os desafios sejam cumpridos.

Quais são as vantagens e as desvantagens da avaliação 90 graus?

Assim como qualquer outro tipo de avaliação de desempenho, a avaliação 90 graus conta com vantagens e desvantagens. Um dos principais benefícios de realizá-la é a sua precisão — o que se dá por conta da proximidade entre quem avalia e quem é avaliado. O avaliador, aliás, é o mais capacitado para realizar a avaliação e acompanhar os resultados do time no futuro.

Outra vantagem é que a liderança já deve conhecer os melhores indicadores de desempenho que são esperados em cada função da sua equipe. Além disso, ele sempre estará por perto para identificar quais medidas deram certo e quais delas ainda precisam ser melhoradas nas avaliações futuras.

Essa mesma proximidade, porém, pode ser considerada como um dos principais pontos negativos. Isso porque a relação do líder com o profissional avaliado pode causar distorções em sua percepção e, consequentemente, no seu julgamento. Outra desvantagem da avaliação 90 graus é que ela pode ser comprometida pelo desgaste no relacionamento interpessoal entre as duas partes ou por conflitos anteriores que estejam mal resolvidos. Além disso, quando existe amizade entre eles pode fazer com que a opinião do gestor sofra interferências.

Termo do dia

Propriedade Privada

O que é a propriedade privada? Propriedade privada é o nome dado à qualidade específica de um bem – a de ser posse de uma pessoa,…