Última modificação em 10 de março de 2021

O que é autocallable?

Autocallable é uma característica de alguns ativos do mercado financeiro que representa uma oportunidade de antecipar o resgate em relação à data de vencimento original do produto.

Esse é um nome especialmente utilizado em um COE, sigla cuja abreviação representa o Certificado de Operações Estruturadas. Desta forma, vale começar o artigo lembrando como funciona essa classe de ativo.

O que é um COE?

O COE nada mais é do que um produto estruturado pelas instituições financeiras que permite aos investidores a mescla de diferentes ativos com um único investimento. Isso inclui, inclusive, o uso de renda fixa e renda variável.

Uma estratégia comum utilizada pelos bancos e corretoras é aplicar uma parte considerável do capital (aproximadamente 90%) em ativos de renda fixa, com boa segurança. O restante é utilizado em algum produto de renda variável com alto risco.

Assim, é possível oferecer ao investidor um produto com bom potencial, mas sem chances de perdas. Isso ocorre porque existem dois cenários em relação à renda fixa, especialmente no uso de opções:

Desta forma, podemos dizer que o COE é uma operação diversificada, mesclando ativos diferentes. Esse é um cenário interessante para o pequeno investidor, o qual ainda não tem condições de grandes aportes financeiros. Ou então para quem deseja usar a renda variável, mas tem um perfil mais conservador.

Vale observar que este exemplo foi apenas uma situação comum no mercado financeiro. No entanto, o COE pode ser estruturado com outras classes de ativos também.

Como funciona o mecanismo autocallable?

Uma boa parte dos COEs emitidos atualmente possuem a característica autocallable. Eles também são chamados de COE com data de observação, pois é justamente a finalidade da ferramenta.

Isto é, mesmo com uma data de vencimento definida, um COE autocallable permite ao investidor que, periodicamente, ele faça uma análise dos resultados até então, podendo o resgate com lucro ser feito de maneira antecipada.

As datas de observações são feitas, geralmente, de forma trimestral ou semestral, organizando assim um fluxo de calendário. Se os preços dos ativos selecionados estiverem iguais ou maiores do que o seu investimento inicial, o lucro é conquistado sem necessidade de aguardar a data de vencimento.

Vale observar que, para executar o resgate antecipado, é necessário que todos os papéis atendam às condições de lucro. Se um deles não estiver com preço necessário, não haverá o pagamento total antes da data de vencimento, sendo necessário aguardar uma nova data de observação.

Quais os cenários de um COE autocallable?

Existem alguns diferentes cenários que podem ocorrer na estruturação deste produto aos investidores. Abaixo, listamos alguns deles para que você entenda melhor como funciona o COE autocallable.

Em primeiro lugar, pode ser que todas as ações superem o seu preço inicial durante as datas de observação. Assim, há o pagamento de cupom antecipado e o COE é encerrado.

Por outro lado, se nenhuma delas superar seu preço inicial até a data de vencimento, então não existem ganhos. No entanto, as perdas estão protegidas pela própria estrutura do produto (que se utiliza também da renda fixa com uma parcela do capital).

O ideal, em termos de rentabilidade, é que os ativos superem seu preço inicial apenas na última data de observação (que é a sua data de vencimento), oferecendo assim os ganhos máximos do investimento. Isso porque nas antecipações com cupom há uma redução da rentabilidade final, embora também seja possível lucrar mais rapidamente.

Termo do dia

ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial

O que é ISE? O ISE – sigla correspondente a “Índice de Sustentabilidade Empresarial” – é um recurso utilizado para mensurar qual o nível de sustentabilidade que as…