Assessment

Última modificação em 26 de Julho de 2021 às 06:10

O que é assessment?

Assessment remete à avaliação, mas, no contexto dos Recursos Humanos (RH), está mais relacionado à orientação profissional. 

Por meio de análises e ferramentas, com ele, é possível traçar planos de carreira eficientes, realizar sucessões de cargos e outras estratégias em gestão de pessoas.

Ações como essas, do RH, podem impactar muito positivamente na gestão financeira das empresas.

Enquanto as finanças calculam riscos e desafios, os gestores de RH desenvolvem talentos e integram as equipes que executarão as atividades. Esse cruzamento de setores facilita o processo e pode otimizar a produtividade como um todo.

Quais são os tipos de assessment?

Os assessments podem explorar tipos de personalidade, inteligência emocional, habilidades, entre outros. Para melhor organizar os seus objetos de estudo, podemos dividir os principais tipos de avaliação em 4 categorias:

Cultural

Cultura, na área empresarial, quer dizer valores e maneiras de conduzir o trabalho. 

No público geral pode haver pessoas que estão alinhadas, ou não, à cultura já determinada pela empresa. Daí a utilidade desse tipo de assessment. 

Desempenho

Avalia a produtividade e o desempenho do indivíduo. A sua limitação é não investigar as causas de um possível déficit de performance.  

Pessoal

É o tipo de assessment que investiga características particulares das pessoas, como o seu intelecto e o seu comportamento. É muito utilizado tanto para a contratação de novos funcionários, quanto para promoções internas à companhia. 

Coaching

É uma avaliação cujo objetivo é promover o desenvolvimento pessoal dos profissionais. Ele não só traz informações sobre o colaborador, como, de fato, o ajuda no alinhamento com os valores da empresa e, assim, o ajuda a assumir um cargo almejado.  

Quando aplicar testes de assessment?

Há algumas situações importantes nas quais o assessment funciona, como para identificar dados específicos, perfis comportamentais dos colaboradores e suas aptidões. Confira alguns exemplos:

  • desenvolvimento da carreira, como meio de autoconhecimento e alcance de resultados mais competitivos;
  • contratação de novos funcionários, com perfis e objetivos mais congruentes;
  • fusões e aquisições de empresas, para saber que profissional é mais indicado continuar e em qual cargo;
  • sucessões de cargos, para que se identifique que perfil de profissional pode manter a perenidade do negócio a longo prazo;
  • redução da rotatividade de funcionários;
  • diagnóstico interno, a fim de detectar falhas nos processos da organização.

Exemplos de ferramentas de assessment

Como o assessment, essencialmente, produz relatórios sobre os profissionais, é necessário contar com ferramentas que automatizam o processo — além de já estarem validadas de acordo com o método. Observe:

DISC

Criada pelo psicólogo William Marston, a avaliação DISC trabalha sobre traços básicos de comportamento: Dominância, Influência, Estabilidade e Complacência. A proposta é saber qual ou quais estilos predominam no colaborador.

Myers–Briggs Type Indicator (MBTI)

Com bases junguianas, essa avaliação identifica até 16 tipos de personalidade em 4 espectros: extrovertidos ou introvertidos; sensoriais ou intuitivos, racionais ou emocionais  e julgadores ou perceptivos.

Human Guide

O Human Guide identifica o perfil motivacional do colaborador, por meio da avaliação da sensibilidade, empatia, força para buscar resultados, entre outros.

Ele é feito por meio de um questionário, no qual é possível também parear com os resultados da equipe e identificar correlações — o que beneficia as estratégias de trabalho em grupo.

Aplicando os assessments

Normalmente, a aplicação de cada ferramenta de assessment dura cerca de 8 minutos e pode ser feita tanto por um psicólogo quanto outro consultor de carreira. Inclusive, há ferramentas e sistemas digitais seguros para sua aplicação, além da dupla clássica papel e caneta. 

Também não existem regras fixas quanto às ferramentas de assessment. O ideal é experimentar e identificar qual instrumento tem o melhor desempenho junto aos colaboradores da empresa. 

Câmara de Arbitragem

Câmara de Arbitragem

O que é Câmara de Arbitragem Uma Câmara de Arbitragem é um órgão privado voltado à resolução extrajudicial de conflitos. Em outras palavras, ele se dedica...

  CONTINUAR LENDO

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo