Última modificação em 12 de novembro de 2020

O que é Amortização?

É uma ferramenta de contabilidade utilizada para reduzir o valor de custo de algo finito ou infinito, onde o acréscimo é ocasionado por encargos. Em outras palavras, amortização é o pagamento de uma dívida por meio de prestações em um prazo pré-estabelecido.

Por exemplo, o pagamento das prestações de um empréstimo de carro ou financiamento de um imóvel, as quais são suficientes para quitar toda a dívida. Assim, o saldo devedor vai diminuindo a cada mês, isto é, será amortizado.

A amortização é calculada em cima do principal da dívida, ou seja, o montante real que foi emprestado ou financiado. E as parcelas não se referem apenas à amortização, mas também aos encargos e juros embutidos.

No Brasil, os financiamentos utilizam diferentes modalidades de amortização, sendo os mais usados o Sistema de Amortização Constante- SAC- , e a tabela Price, cuja diferença se baseia no valor das parcelas, que pode ser fixo ou variável.

Investir para ter renda passiva?

Investidores estão usando este material para ganhar dinheiro com FIIs.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Como funciona o Sistema de Amortização Constante?

O SAC é o mais comumente aplicado nos casos de financiamentos de imóveis, por meio do qual o valor das prestações vai diminuindo à medida que são pagas.

É denominada constante porque o valor deduzido do principal da dívida todos os meses é o mesmo. Ressaltando que há uma alteração do valor das parcelas em razão dos juros.

Os juros são calculados em cima do saldo devedor, logo, as parcelas iniciais são maiores. E como a amortização é constante, isso significa que há uma redução no valor das prestações ao longo do tempo pois os juros ficam menores.

Em suma, o valor constante é derivado das amortizações, acrescidas de taxas de juros e encargos, os quais foram estabelecidas no contrato.

O que é a Tabela Price?

Nesse caso, o valor das prestações é o mesmo durante o decorrer do prazo do financiamento. Muito aplicada na compra parcelada de eletrodomésticos e de veículos.

O devedor já sabe qual será o valor das parcelas, pois os juros são calculados no momento da contratação. Diferente do SAC, na tabela Price, a amortização não é constante, ou seja, ao longo do tempo há uma diminuição maior do principal da dívida.

O valor da parcela é calculado pela soma da amortização e do juros.

Quais outros sistemas de amortização?

As amortizações não são mensais e o pagamento será apenas em cima dos juros das parcelas. Após a finalização do empréstimo, o devedor deverá quitar o valor integral.

Como o próprio nome diz, ao final do contrato, o pagamento deverá ser realizado de uma única vez, calculado com base na amortização total da dívida, acrescida dos juros.

O que é amortização extraordinária?

A amortização extraordinária é quando o devedor pode antecipar algumas parcelas, reduzindo assim o número delas.

É muito utilizada, por exemplo, com o FGTS, onde a pessoa pode utilizar esse recurso ou para pagar algumas parcelas ou até mesmo quitar a dívida.

No caso da redução das parcelas, o que vai diminuir é o seu valor e não o número. Mas antes de optar por isso, é necessário avaliar os juros mensais e que o uso do dinheiro não irá impactar no orçamento.

Agora, se escolher a diminuição do número de parcelas, haverá uma redução dos juros e encargos embutidos.

Qual sistema de amortização escolher?

Alguns pontos devem ser levados em consideração:

No caso do SAC, é uma melhor alternativa para aqueles que têm a convicção de que terão um aumento de renda ou se têm uma reserva maior de dinheiro.

Por outro lado, na tabela Price, por se caracterizar por um valor fixo, é mais aconselhável para aqueles com uma situação financeira mais estável, pois sabem que terão como arcar com o valor das parcelas.

 

Termo do dia

Efeito da Dominância Assimétrica

O que é o Efeito da Dominância Assimétrica? Efeito de Dominância Assimétrica (ou Decoy Effect, em Inglês) é o nome dado a um tipo específico de…