Aceleradora de franquias

Última modificação em 31 de Agosto de 2021 às 12:00

O que é uma aceleradora de franquias?

Uma aceleradora de franquias é um tipo de empresa que tem como objetivo investir e incentivar empreendimentos brasileiros. É bem comum em startups, contribuindo com a sua evolução de uma forma mais rápida do que aconteceria naturalmente.

Podemos dizer até mesmo que é um tipo de investimento, no qual a empresa aporta não apenas capital, mas também conhecimento. Para os empreendedores e donos de franquias, é uma importante fonte para captação de recursos de baixo custo.

Apesar de um notável segmento da modalidade, as aceleradoras de franquias ainda estão em desenvolvimento. Isto é, não existem tantas empresas que se classificam desta maneira no mercado brasileiro.

Como funciona uma aceleradora de franquias?

O grande foco das companhias aceleradoras de franquias é bastante intuitivo a partir do seu nome. Contudo, a dinâmica desse tipo de negócio não é tão parecida com outros tipos de investimentos.

Em primeiro lugar, as empresas buscam por negócios específicos que apresentem um bom potencial de crescimento. Contudo, é normal que seja exigida alguma comprovação da eficiência e da qualidade da franquia.

Em outras palavras, uma aceleradora de franquias deve buscar estabelecer alguns critérios para que valha a pena realizar um investimento inicial. Isso significa que, ao contrário de outras modalidades de investimentos empresariais, não há apenas uma aposta no crescimento. Ele deve ser, de alguma forma, esperado.

Portanto, a função da aceleradora de franquias não está apenas em viabilizar o crescimento de um negócio, mas sim permitir que ele ocorra em um menor horizonte temporal.

Quais são as vantagens da aceleradora de franquias?

A criação das aceleradoras de franquias trouxe uma série de benefícios ao mercado empreendedor brasileiro. A começar por algo um tanto quanto óbvio: o investimento.

Por meio de aportes de capital, essas companhias viabilizam o crescimento de negócios com potencial para o longo prazo. Isso ajuda os seus empreendedores a colocar em prática alguns planos que, em tese, deveriam aguardar um período maior de tempo para que fossem concretizados.

Ademais, não é apenas o capital que uma aceleradora de franquias emprega nas suas atividades. Ela oferece um conjunto de boas práticas como treinamentos, capacitação e estruturação do negócio.

Ou seja, de uma forma muito prática, as empresas do segmento oferecem toda estruturação de franquia para que ela possa estar pronta na captação de franqueados. O know-how compartilhado é de uma importância tão considerável quanto o capital aportado.

Quais são os riscos de uma aceleradora de franquias?

Nem só de pontos positivos vive o negócio de empresas que investem em franquias. E o primeiro risco é bem conhecido. Estamos falando, é claro, da clássica relação do mercado financeiro: quanto maior o potencial de lucro, maior também a volatilidade esperada.

Para que o investimento seja rentável, as aceleradoras de franquias devem buscar por empresas com bom potencial de crescimento, mas que ainda não estejam completamente estruturadas. De um modo geral, são negócios ainda em fase de desenvolvimento.

Da mesma forma que esse aporte de capital pode trazer ótimos retornos aos seus investidores, esse tipo de operação possui maiores riscos de falha na execução. Isso vale especialmente para momentos em que uma crise explode, quando a estrutura pode não ser suficiente para sobreviver no longo prazo — em especial no Brasil, país amplamente conhecido pela alta carga tributária.

Por fim, para o dono da franquia, há também um risco de redução de controle sobre o seu negócio. Para investir na marca, afinal, as empresas aceleradoras de franquias costumam comprar uma participação da empresa na qual estão aportando seu capital. Ou seja, o empreendedor não será mais dono isolado, compartilhando sua ideia com seus novos sócios e investidores.

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo