Logo Mais Retorno
Empresa

Rumo confirma emissão de até US$ 500 milhões em bonds sustentáveis

Os títulos terão vencimento em janeiro de 2032 e serão emitidos pela subsidiária Rumo Luxembourg

Data de publicação:14/09/2021 às 08:37 -
Atualizado 8 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A Rumo confirmou, na noite do dia anterior, que seu conselho de administração aprovou a emissão de até US$ 500 milhões em bonds sustentáveis (notas seniores).

Foto: Wesley Souza Fotos
Rumo fará a emissão de US$ 500 milhões em bonds sustentáveis, confirmou a companhia na noite anterior - Foto: Wesley Souza

Os títulos terão vencimento em janeiro de 2032 (10 anos e 4 meses) e serão emitidos pela subsidiária Rumo Luxembourg.

As notas serão remuneradas à taxa de até 5,00% ao ano, sendo que a remuneração poderá ser majorada em até 25 pontos-base, caso a companhia descumpra com a meta associada ao indicador de desempenho sustentável, que será definida no mecanismo de step-up.

A remuneração será paga semestralmente até a data de vencimento, em de janeiro e julho. Há opção de resgate antecipado a partir de 18 de janeiro de 2027.

Dados trimestrais

A Rumo registrou um lucro líquido de R$ 314 milhões no segundo trimestre, queda de 22,4% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando contabilizou R$ 405 milhões.

Na mesma comparação, a receita líquida da companhia subiu 21,2%, somando R$ 2,2 bilhões. O reflexo disso se deu pelo aumento de 9,1% dos volumes transportados, chegando a 17 milhões de toneladas por quilômetro.

Além disso, houve aumento de 13,8% da tarifa consolidada, após o repasse dos ajustes de preço de combustíveis e melhores contratos.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 1,9 bilhão, alta de 21,5%, com a melhora da receita e diluição dos custos fixos.

Já a margem Ebtida da companhia ficou em 54%, ante 66,5% registrada no mesmo período de 2020.

A empresa reportou um resultado negativo de R$ 351 milhões, montante 74,6% maior do que os RF$ 201 milhões do segundo trimestre de 2020.

 “O custo da dívida bancária teve um incremento em função do aumento do CDI e do IPCA e do maior saldo da dívida bruta”, explicou.

A Rumo fechou junho com um endividamento líquido de R$ 8,2 bilhões, alta de 1,4% na base trimestral. / com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!